Me conte sobre a sua lingerie!

1

Já faz um tempinho que eu ando bem curiosa sobre os hábitos das leitoras do blog.

Algumas dúvidas sobre o tipo de lingerie preferido, a forma como se relacionam com ela, o quanto gastam normalmente… Então eu elaborei uma pesquisa (não é muito extensa, eu prometo!) pra você me ajudar a conhecer um pouquinho mais sobre sobre o perfil das leitoras do Tudo de Lingerie.

É só responder às perguntar e clicar em “enviar” no final.

Vou postar o resultado da pesquisa daqui a alguns dias.

É bom que você também fica conhecendo os gostos e hábitos da mulherada no que diz respeito à lingerie!

Vamos lá?



Você compra lingerie em tamanhos menores?


Muitas mulheres no Reino Unido hoje compram lingeries e roupas em um tamanho menor que o delas, como um incentivo para emagrecer, de acordo com uma pesquisa realizada pela marca Bluebella.

Muitas vezes a gente não quer admitir que está um pouquinho acima do peso e, na hora das compras, compra um tamanho menor com a promessa de que até o dia x irá entrar naquela roupa.


Quem nunca fez isso?

A pesquisa foi realizada entre 1000 mulheres, das quais 58% admitiram que negam o seu tamanho (não o aceitam) e 48% confessaram já ter comprado tamanhos menores na esperança de um dia poder usá-los.

Lojistas dizem que o maior motivo de devolução das peças é a compra no tamanho errado, menor. E que a razão disso é o desejo de usar tamanhos menores ou a negação do real tamanho.

Uma outra razão para compras erradas é a diferença de tamanhos que há entre as marcas (eu mesma chego a ter sutiãs número 42 a 46!) Não há uma uniformização nos tamanhos, o que dificulta acertar.

Apenas 1% das participantes acharam que todos os tamanhos eram os mesmos de acordo com o lugar onde elas compram, em comparação com 53% das mulheres que encontraram variações de tamanhos, dependendo da marca .

Metade das mulheres entrevistadas disse que variou entre dois tamanhos e 83% disse que deveria haver diretrizes do governo especificando tamanhos para que os clientes saibam o tamanho exato que estão comprando. 

Emily Bendell, fundadora da marca disse: “As mulheres costumam comprar o tamanho errado por não terem se medido recentemente ou por estar esperando que vão emagrecer – e as grandes variações de tamanhos padrão de marca para marca, sem dúvida, também causam confusão“.

A questão é: o tamanho é apenas um número. O que pode haver de mais sexy em um conjunto de lingerie, na verdade, é a autoconfiança que isso gera na mulher – não importa a numeração da marca“.


Quem concorda?

Fonte: lingerieinsight.com



Sutiã com taças diferenciadas


Um estudo realizado recentemente pela Triumph no Reino Unido revela dados interessantes sobre os gostos das mulheres quando o assunto é seios e sutiã.


Entre 2000 mil mulheres que participaram da pesquisa, uma em cada cinco afirmam “amarem” os seios que têm. Por outro lado, 46% dizem gostar deles como são, apenas mudando alguns aspectos, se pudessem.

Daquelas que mudariam alguma coisa, 28% gostariam que eles fossem maiores, enquanto 25% reduziriam um pouco o tamanho.
Os pesquisadores também descobriram que 20% das mulheres usam o tamanho da taça D ou ainda maiores (leia mais sobre taças aqui) e um quarto delas diz que esse tamanho faz com que elas se sintam mais femininas.
Quatro em dez mulheres gostariam de ter os seios mais firmes, enquanto que um quinto das entrevistadas afirmam que gostariam de mudar o formato deles.
A pesquisa veio ao encontro da nova linha de sutiãs da Triumph, a Beauty Full, que oferece tamanhos de taças bem maiores, a partir do D.

O diretor da pesquisa afirma que “A lingerie e as roupas que você usa podem causar um enorme impacto na aparência dos seios e pode ser o diferencial para determinar se você os ama ou os odeia“.

Se a pesquisa tivesse sido realizada nos EUA, eu diria que os seios muito grandes são uma particularidade das mulheres daquele país. Como os dados vieram do Reino Unido, isso mostra que as mulheres, de uma forma geral, têm seios cada vez maiores. A colocação de próteses é uma forte razão para isso.
Mas independente do motivo pelo qual as mulheres têm seios cada vez maiores, a ponto de algumas marcas de lingerie nem produzirem mais o tamanho P (em algumas linhas), me leva a pensar novamente que a brasileira sofre muito com as opções que têm.
Poucas marcas têm trabalhado o tamanho diferenciado de taça no Brasil. Isso porque a mulher brasileira não conhece essa forma (maravilhosa) de se comprar sutiã. 

Nada que não possa ser ensinado e divulgado, não é mesmo?
Quando escrevo sobre isso, sempre tento incentivar minhas leitoras a procurem as marcas e as coleções que trabalham os tamanhos diferenciados das taças. Quanto mais consumirmos esse tipo de lingerie, maior será a demanda e, consequentemente, teremos cada vez mais opções.
Usar o tamanho certo do sutiã permite um caimento perfeito das roupas. E aquela sensação gostosa de se achar bonita, com seios lindos, independente do tamanho.
Isso faz sentido pra você?

Fonte da pesquisa: www.lingerieinsight.com



O que a sua lingerie diz sobre você?

Você já parou para pensar que a nossa forma de vestir revela nossa personalidade, caracterísitcas e comportamentos?

Com lingerie não é diferente!

Essa pesquisa foi realizada pela americana The Sexy Lingerie Shop e já fez muito sucesso na internet.

Então eu traduzi para você entender melhor! Espero que goste!


Pesquisa revela que homens preferem mulheres de pijama

Uma pesquisa no Reino Unido, realizada por uma empresa de colchões, a Ergoflex, acaba de descobrir que a maioria dos homens prefere ver suas parceiras usando pijama na cama!

É isso mesmo!

Os homens acham os pijamas mais sexy do que calcinhas, sutiãs e camisolas. A empresa atribuiu a escolha à “fofura” dos pijamas ao fato de que “a modéstia é uma característica atraente no parceiro”.


“Roupa de dormir pode ser uma escolha surpreendentemente complexa quando se considera a qualidade do sono, e a decisão do que vestir ao ir para a cama é tão importante quanto qualquer outra questão relacionada ao sono. Você poderia ter o ambiente do quarto mais relaxante, juntamente com o mais favorável e confortável colchão, mas se sua roupa de dormir não está adequada, então você está colocando em risco suas chances de uma boa noite de sono” (minha tradução), afirmou a empresa.

Mais de 1.900 homens britânicos participaram da pesquisa. 37% responderam que preferem pijamas e 32%, lingerie.

Que os europeus (homens e mulheres) têm gostos bem diferentes dos nossos, disso ninguém duvida. Basta olhar a maioria das calcinhas francesas para confirmar o que eu estou falando. Agora, essa pesquisa me surpreendeu!

Eu acredito que a maioria das mulheres brasileiras também prefere pijamas para dormir, seja comprido ou curtinho. Afinal, a hora do sono é sagrada e, nada melhor do que algo bem confortável.

Mas a grande pergunta é: O que os homens brasileiros preferem?

Você arriscaria responder?

Fonte: Lingerieinsight.com
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...