Modelo de lingerie mais madura faz sucesso

Modelo de lingerie tem que ser sempre novinha e magrinha?

Uma campanha nos EUA provou que modelo de lingerie não precisa ser magrinha a novinha.

Aliás, já começo abrindo um parênteses. Já observou como o foco de muitas marcas, em diversos momentos tem sido a terceira idade? Pense que o mundo está alargando as fronteiras do marketing e percebendo que esse público está cada vez mais conectado. O mundo fica cada vez mais maduro, as pessoas estão vivendo cada vez mais. E a maturidade é uma faixa etária estável financeiramente que consome bastante, o que é bem “atrativo” para muitas marcas.

Nicola Griffin, 56 anos, um modelo britânica que chamou muito a atenção da mídia, foi a responsável por um ensaio bárbaro para a revista SLiNK, uma revista plus size de alcance mundial.

Nicola Griffin

modelo de lingerie

modelo idosa

Na verdade a modelo não chama a atenção por ser plus, mas por ser mais madura. Parece que os detalhes do corpo, pele e cabelos não foram tratados em programas de edição de imagem, o que tornou o ensaio muito natural.

modelo terceira idade

modelo de lingerie

O objetivo da campanha foi celebrar a mulher de diferentes idades e corpos.

32DE43F800000578-3524617-Nicola_says_that_the_key_is_not_listening_to_what_people_tell_yo-a-8_1459923178389

32DE43FD00000578-3524617-Nicola_Griffin_stars_in_this_months_SLiNK_magazine_the_only_prin-a-2_1459923174732

Para a revista, Nicole disse: “Meninas jovens abrem as revistas e são tão influenciadas em relação à imagem do corpo. E eu penso que é ótimo que elas vejam diferentes corpos de mulheres porque senão elas podem se sentir mal com o próprio corpo caso não se identifiquem com as imagens“.

O culto ao corpo continua muito forte em todo o mundo, especialmente no Brasil. Valorizo muito campanhas como essa, independente de onde venha. Não somos sempre magras, nem jovens. O tempo chega para todas, sem exceção.

É bom que o mundo reconheça isso e comece a tratar de forma diferenciada a mulher mais madura, porque é o tipo que vai dominar diferentes mercados de forma cada vez mais consistente.

Você concorda?



Lingerie Plus Size na Semana de Moda de Nova York

Quem disse que a moda plus size tem que ser feia e sem graça?

Já faz um bom tempo que essa ideia vem morrendo. Uma prova disso foi a lingerie plus size na Semana de Moda de Nova York.

Ashley Graham, uma modelo americana de 28 anos, que tem uma grife própria de lingerie plus size mostrou que esse  mercado pode ser ainda mais promissor do que de mulheres magras.

Ela abriu o desfile da marca com um modelo de lingerie simplesmente maravilhoso.

Lingerie Plus Size na Semana de Moda de Nova York

É difícil encontrar um sutiã tão lindo assim no Brasil. Fiquei babando por esse modelo, desejando que alguma marca criasse algo tão lindo assim em tamanhos menores.

Ashley também usou um outro modelo bárbaro, tipo tomara que caia, com uma renda sobreposta até o pescoço, causando um efeito de transparência incrível, lindo.

ashley-graham

Esse modelo eu já estou vendo em algumas marcas aqui no Brasil mesmo:

belles

Belles – Specialità

Esse modelo é da Belles, bem parecido, uma tendência, definitivamente. Fica perfeito com decotes.

Mas, voltando ao desfile, Ashley chamou a atenção dos holofotes na New York Fashion Week 2016 e paralisou a todos com tanta beleza. E não é pra menos, né? Ela é muito linda, glamourosa.

No seu Instagram encontrei mais algumas imagens dela e das lingeries:

ashley-graham-lingerie

semana de moda nova york

lingerie plus size

A top é uma ativista em defesa da diversidade do corpo feminino. Com a hashtag #IAmSizeSexy, a modelo tem incentivado mulheres a valorizarem o próprio corpo, independente do tamanho que vestem.

Sobre o desfile, Ashley postou “Que experiência incrível. Todas as meninas estavam demais”.

Uma iniciativa legal, que eu também super defendo. Penso que não somos nós quem temos que nos adaptar às regras de moda, mas o mercado precisa enxergar a diversidade e oferecer opções para todo tipo de corpo, sem preconceito, sem favoritismos.

Sei que isso parece utópico, às vezes, mas iniciativas como a da Ashley mostra que estamos no caminho!

Acompanhe um vídeo resumo da sua aparição no evento:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...