Espartilho: Descubra os segredos dessa lingerie

Espatilho: De onde veio, o que é, como usar!

O espartilho é uma peça de desejo que desperta a curiosidade de homens e mulheres. Mas nem sempre foi assim, sabia?

Quando ele foi criado, por volta do século 16, na Inglaterra, a mulherada usava com duas finalidades: manter a cintura e dar suporte aos seios. Acredita?

Só no século 19 é que começou a obsessão para afinar a cintura, então, o espartilho ganhou uma nova função. Aquelas imagens de mulheres que mal conseguem respirar com espartilhos amarrados nas costas e cinturas finíssimas são um clássico do cinema, dos filmes de época. Amo as adaptações de Jane Eyre, que sempre trazem um figurino cheio dessas figuras. Espartilho para afinar a cintura. Essa era a nova moda.

Quando o sutiã foi criado, a lingerie caiu em desuso (o que significa que tinha o forte objetivo de segurar os seios, né?). Isso foi em 1901. Ele só voltou com a chegada do estilo Pin Up em 1940. E, a partir daí, tornou-se um fetiche. Os homens foram se apaixonando pelo espartilho: comprar a peça virou um desejo e uma necessidade do guarda-roupa.

Ainda permanece a dúvida: Espartilho afina a cintura? Isso dá o que falar, até uma nova moda, o Waist Training, adotada pelas celebridades, tem sido uma alternativa para voltar aos métodos antigos e deixar a cintura mais fina. O espartilho pode ajudar, assim como um corset para afinar a cintura, que é uma peça bem semelhante ao espartilhos, com pequenas diferenças.

Mas, afinal, o que você precisa saber sobre o espartilho?

espartilho

De Chelles

1. Pode ser usado com ou sem liga

espartilho preto

Specialità

Os modelos mais tradicionais e que deixam qualquer homem maluquinho, sem dúvida, são aqueles com ligas (aquelas tiras que se prendem à meia-calça). As ligas são para serem usadas com meia-calça. Alguns modelos possuem as ligas removíveis, o que é bem legal também. Então você pode optar por usar com ou sem elas.

2. Se usado com liga, use meia-calça

Se você optar por usar um modelo com as ligas, então, opte por uma meia-calça de pezinho (a tradicional) ou uma meia sem pé, que termina no calcanhar. Lembrando que essa última é um modelo que não dá pra sair por aí, não é uma legging, heim?! O importante é saber que as ligas pedem necessariamente a meia-calça.

3. Espartilho preto é um ícone

espartilho comprar

Belles

O espartilho preto faz parte das fantasias masculinas, isso é fato. Mas que mulher não se sente linda e poderosa em um espartilho preto, chiquérrimo, com detalhes dourados ou cheio de rendas e pedraria?

4. Espartilho vermelho é um desejo

Mesmo com todo o glamour e sofisticação do espartilho preto, ninguém pode tirar o mérito do vermelho, que também habita o imaginário masculino, muitas vezes, com muito mais presença que qualquer outra peça de lingerie.

Despir-se do preconceito e dos estigmas é o ponto de partida para usar ou dar de presente. Pode ser surpreendente!

5. Não use sem salto

Agora, se você está decidida a usar um espartilho, causar um efeito diferente, sair da rotina, conquistar aquela pessoa, manter o relacionamento caliente, fique atenta: Espartilho e salto alto andam juntos. Nada de usá-lo com chinelo (nem acredito que preciso dizer isso) ou sandalinha rasteira ou qualquer outra coisa que não seja um salto!

6. Espatilho pode ser usado como outwear

espartilho

Belles

Uma nova moda mais democrática que permite o uso dessa lingerie como item de outwear tem ganhado as passarelas, as ruas e o olhar da mulherada. Usar um espartilho mais sofisticado, com cara de body, bem estilo, com uma jaquetinha por cima ou algum outro acessório, pode ser uma super sacada, que deixa o look incrível.

Enfim, o espartilho pode ser o que falta para você arrasar nas suas produções. Deixe o medo de lado e tenha coragem de ousar!

*Fonte das Imagens: Specialità Lingerie



Morro de preguiça quando…

10 coisas na lingerie que me deixam com verdadeira preguiça!

1. O aro do sutiã se solta

Morro de preguiça quando...

Sabe quando você lava os sutiãs e quando pega um deles o aro (aquele ferrinho que fica abaixo do bojo) está solto? Isso costuma acontecer porque a costura está um pouco gasta ou porque o material não é de ótima qualidade. Mas dá uma raiva, não é?

2. O adesivo do absorvente cola na calcinha (e não sai)

absorvente cola calcinha

Não sei sei isso acontece só comigo, mas toda vez que uso algumas marcas de absorvente, a cola dele é tão forte nas abas, que “gruda” na calcinha e não sai nunca mais! Pra que tanta cola, heim?

3. A calcinha aperta e machuca nas laterais

calcinha apertada

Ai… Isso é de doer. É igual calça jeans apertada, vai sobrar alguma coisa dos lados! Usar a calcinha em um tamanho menor dá nisso. Você passa o dia todo se lembrando dela!

4. A alça do sutiã cai para os lados

alça do sutiã caindo

Sabe quando você veste o sutiã correndo e não ajusta as alças direito? Elas passam o dia inteiro caindo para os lados, até que você vá ao banheiro, tire a roupa e ajuste cada uma. Não é assim?

5. O sutiã tomara que caia fica caindo

sutiã tomara que caia

Esse é de acabar com a paciência de qualquer uma! Você aposta em um sutiã tomara que caia e… Ele não tem sustentação. Tem coisa mais feia que uma mulher que passa o dia puxando o sutiã pra cima?

6. O marido chama a lingerie bege de “lingerie da vovó”

marido irritado

Acredita que hoje foi um desses dias? Como explicar para ele que a camisa era clara, que era necessário uma lingerie nude, enfim… Difícil, né?

7. A lingerie branca fica amarelada

tecido branco

Com o passar do tempo isso acontece muito, especialmente com camisolas. Mas pra isso tem jeito, viu? Dá uma olhada no post que eu escrevi sobre como tirar manchas amarelas de lingerie branca.

8. A marca de lingerie tem modelagem muito pequena

lingerie apertada

É uma mistura de preguiça com irritação. Faz a gente se sentir acima do peso, aperta, é desconfortável, sem contar a decepção com a marca…

9. A meia-calça rasga no meio do dia

meia-calça rasgada

Essa acontece nos dias mais frios. Como eu amo meia-calça, aprendi a andar com uma reserva na bolsa!

10. A lingerie colorida solta tinta

calcinhas-coloridas

Eu já estraguei outras peças de roupa só por deixar uma calcinha colorida secando ao lado delas, acredita?

Será que essas coisas acontecem só comigo?



Meia-calça: Inspiração do Dia!

Esse é para quem ama meia-calça.

O inverno está aí. E nada mais combina com ele do que a meia-calça. é, sem dúvida, uma peça interessante do nosso guarda-roupa. Acho que poucas coisas que usamos nos deixam tão elegantes como ela.

E é antiga, viu? Surgiu há cerca de 2.200 anos na Mesopotâmia. E era usada por soldados para se aquecerem do frio! A partir do século XIV começou a ser usada por nobres (homens), inclusive como objeto de sedução. Ainda bem que o conceito de homem sedutor muda com o tempo, não?

Só a partir de 1780 é que a peça começou a ser usada por mulheres e, desde então, só por elas. A versão mais querida na época era a 7/8. No início eram grossas, de cores mais escuras. Ao serem confeccionadas com nylon, começaram a ser verdadeiramente sensuais e um objeto de desejo.

Eu super curto meia-calça, desde pequena. Na Europa ela é bem comum que no Brasil. As mulheres usam muito, especialmente na França. Difícil ir a Paris e não voltar com a mala cheia!

Selecionei alguns modelos que podem ser uma inspiração para quem quer ousar um pouquinho e sair por aí arrasando neste inverno:

Meia-calça: Inspiração do Dia!

meia-calça

212332eeb03649d5e3417f00ef08ba46

Os modelos de renda são uma unanimidade entre os homens. As mais desejadas. Que mulher não fica maravilhosa assim? E não vem com essa história de que tem pernas grossas e não fica bem. Meia-calça é para todas!

041fac2be90d2947ba96b5000404393e (1)

Esses modelos com uma risca na parte de trás também são lindos. Mais discretos, deixam o detalhe para as costas. Perfeito para um look mais executivo, inclusive.

82bfe77d42637a4537583225c865ae1c

0761c51feb62707f413acb59bbd7ec31

842caf8e18250df5296f267701a2d0cf

Se você tiver estilo e ousadia, pode apostar em um modelo assim, estampado. Pode ser bem divertido e original!

848a55ac3109231be4c566ff7d6dabe1

c626f55e616cc398fcaa2f8b2b46a0d4

b09ec9ff248c166c1fb6e64f6643901b

tumblr_m0yag2475Z1qg3j6jo1_500

Poás, poás, poás. Amo muio!

10971d2e1952b37d2eeef205e300f636 (1)

Desenhos geométricos também são originais e diferentes. Eu aposto neles de vez em quando!

994674becee44b57d543431ddaa4f6d6 (2)

circle_grande

d92abe736e91a0fa8d505bef62352d4b

O xadrez também pode compor um look bem interessante, mas tem que cuidar da harmonia, buscar roupas lisas neste caso.

Não dá vontade de ter uma de cada?

Meia-calça: Inspiração do Dia!

Fonte das imagens: Pinterest



Cinta-liga

Cinta-Liga: Saiba como usar e arrasar!

Cinta-liga

A cinta-liga pode ser uma ótima ideia, já pensou nisso? Não tem um homem sequer neste mundo que não se renda à sensualidade de uma peça dessas.

Sabe aqueles dias em que você tem vontade de usar alguma coisa diferente (do comum), mas não sabe exatamente o quê?

Dizem por aí que a cinta-liga surgiu no século 18, na Europa, e era usada por homens (isso eu realmente não consigo imaginar), que tentavam se proteger do frio. Depois passou a ser usada por nobres espanhóis e, somente no final do século, ganhou o olhar (e o corpo) feminino.

A peça, assim como o corpete, corset e corselet, chamou a atenção de dançarinas, que começaram a usá-la por baixo de saias rendadas em shows, popularizando e dando aquele ar sedutor à cinta.

como usar cinta-liga

Para quem ainda não está muito familiarizado com esse acessório fofo da gaveta de lingerie, a cinta-liga é normalmente usada com a meia-calça sete oitavos, que fica presa a ela na barra por colchetes.

cinta-liga como usar

E talvez seja o conjunto da meia, com a liga e esse “um oitavo” de perna à mostra o que a torna tão sexy!

cinta liga

A princípio pode parecer meio complicado vestir, mas a gente pega a prática. E o look fica tão lindo, que vale a pena!

Algumas dicas podem ajudar você a escolher os melhores modelos:

– Os modelos com a frente maior são mais confortáveis. Eles não marcam a roupa e ainda ajudam a dar “aquela segurada” quando se está um pouquinho acima do peso.

– Embora sejam difíceis de serem encontradas, presilhas de metal são a garantia de que vai dar tudo certo, de que não vai soltar na hora errada. As de plástico costumam ser menos resistentes, mas seguram também. O ideal é encontrar uma mais resistente, caso não encontre a de metal.

– As cintas com seis ligas costumam ser mais confortáveis e prendem melhor a meia. No Brasil, também é difícil encontrá-las, mas quem vai passar muitas horas com ela talvez ache a de quatro ligas um pouco desconfortável.

– As meias podem ser de todo tipo: lisas, com base rendada, de poá, arrastão, com uma linha trás (essa é sensacional). Escolha a que você mais gostar.

E não há época melhor do ano para se usar a cinta-liga do que no inverno (especialmente no Brasil, onde as temperaturas são mais amenas). Um vestidinho preto básico por cima e um sobretudo completam o visual – totalmente promissor!

Algumas mulheres costumam sair com a cinta à mostra:

cinta-liga

Mas isso é assunto para um outro post!

Selecionei alguns modelos lindos que podem ajudar você a criar looks bem legais com cinta-liga:

cinta-liga specialità lingerie

De Chelles – Specialità

Esse modelo é bárbaro, super bem trabalhado, com uma sainha bem charmosa. Nas ligas há uma aplicação de strass maravilhosa!

cinta-liga

Sensualle – Specialità

Um modelinho mais básico, porém fofo, com uma regulagem lateral bem linda.

Uma alternativa para quem curte as ligas mas não a “cinta” em si, é o body com ligas. É uma novidade, não vejo com muita frequência, mas confesso que me apaixonei por alguns modelos, que possuem as ligas removíveis. Então você pode usar o body com ou sem elas:

cinta-liga

Belles – Specialità

cinta-liga

Belles – Specialità

E você, curte cinta-liga?



Os erros da meia-calça


O inverno brasileiro não está tão rigoroso, é verdade. Mas o simples fato de ser inverno e o clima estar mais ameno já é motivo pra usar meia-calça, uma peça que deixa a mulher muito elegante e sensual.

Já sei. Você é daquelas que acha lindo, mas acha que não combina com você? 

Olha algumas dicas para cada biotipo:
  • Pernas Curtas: O ideal é evitar contrastes entre a meia e o sapato, o que faz as pernas parecerem ainda menores.
  • Pernas Grossas: Procure evitar meias-calças claras, padronagens maiores (como o xadrez), desenhos, enfim, muitos detalhes. Prefira as meias opacas, e, se quiser usar alguma meia com detalhe, a risca de giz é uma boa escolha, pois alonga as pernas.
  • Pernas Finas: Abuse das estampas e das diferentes texturas, mas evitem a risca de giz (afina ainda mais). 
Agora, se não quiser fazer feio mesmo, aí vão algumas dicas sobre o que evitar a qualquer custo quando o assunto é meia-calça:

1. Meia-calça com furos nos dedos (para usar com sandália). 


Não sei como alguém pôde ter uma ideia dessas! 

Se você escolher sandálias, procure meia-calça sem ponteira (aquela que é lisa na ponta dos pés). Não tem erro!


2. Misturar muitas texturas. 


Se a meia-calça é rendada ou texturizada, procure não exagerar nas estampas das roupas. Estampas menores e peças lisas caem melhor.

3. Sair de casa com meia-calça furada. 


“Ah, mas é tão pequenininho que ninguém vai ver!” Pode ter certeza que alguém vai ver! Além do mais, um pequeno furo na meia-calça é o suficiente para rasgá-la de cima em baixo.

4. Colocar meia calça se as unhas não estiverem bem lixadinhas. 


Qualquer fissura na unha pode rasgar a meia. E aí, pode-se dizer adeus a ela. 
5. Usar com tênis.

Dispensa comentários, na minha opinião.
6. Aderir à moda da meia rasgada.

Na verdade, não tem muito segredo, é só seguir o bom senso.
Para quem não usa e quer começar, sugiro os modelos mais básicos para se acostumar. Depois, passe para as rendadas, que estão super em alta, e as texturizadas.
Quem sabe você não se anima e até sai por aí com uma colorida?




Dicas de meia-calça

O inverno está batendo às portas (que delícia!). E se tem uma coisa que combina com o friozinho é a meia-calça.


Em uma viagem recente à Paris fiquei impressionada como as francesas adoram essa peça! Elas usam no dia a dia, para o trabalho, no metrô, andando de bicicleta! As vitrines são cheias, de tudo quanto é estilo e cor.

Eu sou muito suspeita pra falar, porque sempre amei meia-calça!

Tem vontade de usar mas não sabe por onde começar? Confira os tipos de mais-calça que estão na moda e inspire-se!

Cor da pele: Antigamente, era muito comum usar meia-calça cor da pele. Hoje, com tantas opções, ainda se usa, mas com menos frequência. Ela é ideal para ocasiões mais formais, para o trabalho, quando se quer harmonizar a saia ou o vestido com sapatos, sem passar frio, escondendo imperfeições na perna.

Rendadas: São a bola da vez. Preta, cinza, vinho, as cores do inverno. 

Texturizadas: São aquelas com padronagem xadrez, listras verticais ou horizontais, caneladas, de poá, com corações. São fofas!

Coloridas: Dispensam definições, né? Ficam melhor com mais uma ou duas cores, no máximo. 

Estampadas: Animal print (tendência deste inverno), pied-de-poule e pied-de-coq, risca de giz, argyle.



Como usar?

Hoje em dia pode-se usar meia-calça com tudo: saias de todos os comprimentos (ficam lindas com mini-saias), vestidos, shorts, bermudas.

Nos pés, pode-se usar sapato fechado, sandália, ankle boot (super em alta), bota. Eu costumo combinar o sapato com a meia. Mas misturar tons parecidos também fica legal. 

Está vendo como é fácil?

Animou-se?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...