A lingerie ideal para trabalhar: Acerte na escolha

Já pensou qual a lingerie ideal para trabalhar todos os dias?

Parece bobagem, a princípio, mas escolher a lingerie ideal para trabalhar dia após dia pode determinar um dia de conforto ou de irritação.

Aproveitando que hoje é segunda-feira, aquele dia que a maioria das pessoas ama (eu realmente gosto, então fica até difícil pensar em algo diferente disso!), pensei em falar um pouquinho sobre a calcinha e o sutiã que a gente usa no dia a dia e que pode acabar ou com o nosso look ou com a o nosso humor.

Então pensei em algumas dicas para dar a você que não tem muito tempo a perder e que precisa estar bem vestida e confortável durante todo o dia.

1. Escolha no dia anterior

lingerie ideal

Não sei você, mas como levanto cedo todos os dias, completamente sonolenta e sem condições de raciocinar (acordo mesmo lá pelas 8 da manhã), então eu preciso escolher a roupa que vou usar no dia anterior. E isso inclui a lingerie. Normalmente seleciono a roupa e, em seguida, vou para a gaveta de lingerie.

É preciso escolher direitinho o sutiã que combina com a blusa, a camisa ou o vestido. Isso porque não dá para, na hora de se vestir, perceber que o único sutiã que realmente vai bem com determinada roupa está para lavar (quem nunca?).

Então é bom organizar na noite anterior, até mesmo a calcinha. Assim você ganha mais uns minutinhos dormindo e não perde tempo em frente ao guarda-roupa.

2. Combine as cores

lingerie colorida

Roupas claras pedem um sutiã mais neutro, cor da pele. Esqueça esse lance de mostrar o sutiã no ambiente de trabalho. A não ser que você trabalhe com lingeries ou com moda ou na TV, enfim… Se você não trabalha com nada relacionado à moda, o ideal é manter um pouco a formalidade e deixar a lingerie outwear para o fim de semana.

Tenho uma gaveta inteira só de sutiãs cor da pele, em tons de rosa e bege. Tem que ter pelo menos um para cada dia. Assim não ter erro. Camisas claras agradecem esse cuidado.

3. Escolha lingeries confortáveis

Nada pior que passar o dia “arrumando” um sutiã caindo ou a alça desregulada. Ou então se sentindo massacrada por uma calcinha apertada, que incomoda.

Fazer uma limpa na gaveta de lingerie de vez em quando ajuda a eliminar essas peças problema. Umas comprinhas de vez em quando também ajudam. A qualidade de vida melhora, acredite. Encontrar sempre sutiãs bons, de qualidade, confortáveis e na cor certa é quase um oásis. Vale a pena investir nesses modelos, você não perde tempo, passa um dia bem, confortável e economiza tempo para focar no que realmente interessa.

4. Use as calcinhas certas

calcinha confortável

Afinal, o que é uma calcinha certa? O certo para você pode não ser o certo para mim e vice-versa. Então vou dizer o que o certo para mim, pois acho que muitas pessoas podem se identificar.

Calcinhas básicas, em tecidos leves como o modal ou uma microfibra levinha podem ser as melhores escolhas. Muita renda pode ser um incômodo para o dia a dia. Calcinhas cortadas a laser podem ser uma ótima opção também. Tudo o que for confortável e permite que a pele “respire” um pouco mais é o mais adequado.



O que sua lingerie diz sobre você

O que sua lingerie diz sobre você

Já li vários texto que falam sobre o que a sua lingerie diz sobre você.

Claro que tudo não passa de uma especulação, de testes bobinhos, nada muito confiável. Em alguns casos, fico pensando se estou mesmo lendo um texto sobre esse assunto ou se é o horóscopo.

Dizer que uma mulher que usa lingerie vermelha é apaixonada é subestimar a nossa inteligência, tanto quanto dizer que aquela que usa lingerie cor da pele é uma mulher prática.

Tenho pensado no que realmente a lingerie revela a nosso respeito.

Temos vários momentos diferentes durante uma semana e até durante o dia. Então usar uma lingerie nude para trabalhar com camisas claras e uma lingerie preta ou vermelha em uma noite especial faz parte da nossa rotina, até mesmo por uma razão óbvia.

Mas penso que a lingerie pode sim falar um pouquinho sobre a gente. E talvez você concorde comigo.

1. Lingerie colorida

Coleção-Color-Sense-Love-Secret-baixa-590x392

Penso que a mulher que usa uma lingerie amarela, laranja, roxa, verde, estampada de poá, flores, xadrez, enfim, qualquer coisa que remeta à alegria, demonstra se sentir livre e mais confiante.

Sair do tradicional preto, branco e bege é para muitas mulheres um desafio impensável, uma enorme dificuldade.

Mas se libertar dessas cores no fim de semana, por exemplo, pode ser uma experiência muito agradável! Sem contar que isso acaba contagiando, os homens adoram, acham divertido, bonito e até sensual.

2. Lingerie velha

1

Tem gente que não abre mão do conforto nunca. Tudo bem, a gente não pode abrir mesmo. Mas daí só usar lingerie bem velha porque é mais confortável pode revelar um ar de preguiça, indiferença quanto à feminilidade e beleza.

Calcinhas largas e sutiãs relaxados são uma tristeza. Parece que a mulher é desleixada, descuidada com a própria aparência.

3. Lingerie furada

1029279_os-05-tipos-de-calcinhas-proibidas-para-o-primeiro-encontro

Pior do que usar lingerie relaxada é usar calcinhas e sutiãs rasgados, com pequenos furos. É um estágio um pouco pior que o anterior.

Uma amiga me disse em tom de brincadeira: “Depois que eu vi uma amiga minha usando calcinha furada, mudou tudo o que eu pensava sobre ela“. Adorei! Pior que o ar de desleixe, a lingerie furada mostra que a mulher não se importa nem um pouco com ela mesma, com aquilo que o outro não vê. Porque eu duvido que ela saia de casa com roupas furadas…

Já ouvi outras pessoas fazendo comentários semelhantes, que a mulher anda muito bem arrumada, com roupas caras e super na moda, mas a lingerie…

4. Lingerie cara e sofisticada

397205_10151224194959090_1497053761_n

Uma mulher que investe em lingerie e compra peças caras e sofisticadas demonstra, em primeiro lugar, ter dinheiro (rs). Em segundo, um cuidado especial que ela tem consigo mesma e com a aparência mesmo quando ninguém está vendo.

Sou fascinada com isso. Uma mulher que investe em algo que ninguém vai ver, só ela mesma, mostra ter autoestima, gostar do próprio corpo, ter um cuidado com ela mesma, se vestir para ela e não para ou outros. Acho isso o ápice do amor próprio!

Não que a nossa lingerie tenha que ser necessariamente cara, mas investir em peças bonitas e de qualidade vai requerer um investimento um pouco maior, de vez em quando.

5. Lingerie básica

basica5

Se uma mulher usa muito lingerie mais básica, sem renda, de cores básicas, pode ser que não seja muito ousada, está sempre preocupada com a praticidade do dia a dia, como usar camisas brancas para trabalhar.

Legal isso, acho que todas nós somos um pouco assim, na verdade. Mas só usar lingerie básica pode demonstrar que a mulher não gosta de ousar, não seja tão feminina, não pense no que o companheiro gostaria de ver nela (normalmente os homens amam rendas e cores mais sensuais). Mas se ela é feliz assim… Isso é o que importa.

6. Lingerie rendada

lingerie-trends-lace-sheer

Acredito que a maioria das mulheres amam rendas. Elas são fascinantes, se adequam a todo tipo de corpo, revelam romantismo e sensualidade.

Talvez não sejam adequadas para algumas atividades, como a prática de atividades físicas, por exemplo. Em outras ocasiões, como uma festa, o vestido pede uma lingerie que não marque, seja mais funcional, como sutiãs com alças que mudam de lugar.

Mas para conquistar e seduzir, não há dúvidas, a mulher sempre opta pela renda.

Bom, acho que essas são as características mais marcantes no uso da lingerie, que podem revelar um pouquinho da nossa personalidade e a forma como nós mesmas nos vemos.

A forma como lidamos com isso é muito pessoal, única e ninguém tem nada a ver com nossas escolhas, é verdade.

Mas à vezes é bom dar uma olhadinha na nossa gaveta de lingerie e rever alguns conceitos. Não por alguma imposição de alguém ou porque é mais uma determinação do mundo fashion.

É por amor próprio mesmo, é por nós mesmas…

 



Lingerie que toda mulher deveria usar

Há alguns dias eu falei sobre as lingeries que ninguém deveria usar. Hoje eu quero mostrar o contrário, aquelas que toda mulher deveria ter no guarda-roupa.

As peças mais básicas são muito importantes para o dia a dia. Todo mundo gosta de conforto, isso é unânime. Então, os conjuntinhos básicos de calcinha e sutiã não podem faltar na gaveta de lingerie!


O sensuais também não! Pra sair à noite, para momentos especiais, eles têm que estar sempre lá!


Sutiãs têm uma função importante. Definem o caimento das roupas, melhoram o visual e, se usados de forma errada, no modelo errado, podem acabar com qualquer look. Então, os modelos mais básicos que se pode ter no guarda-roupa e que, em algum momento você vai precisar são:
Tomara-que-caia

Nadador

Frente única
Alça rendada

Calcinhas sem costura são essenciais para se usar com roupas mais justas. Calcinha não foi feita para aparecer. Quando isso acontece, o look fica vulgar, com ar de “descuidado”. As cortadas a laser são a melhor opção. Baratinhas, delicadas, resolvem o problema.



Algumas peças já não são tão básicas nem obrigatórias, mas acho legal ter:
Cinta-liga: É irresistível! No inverno, especialmente, é super legal sair usando uma. Um vestidinho básico preto e um salto tornam tudo muito interessante (e a noite promete!).
Na era das transparências, o body (uma das minhas grandes paixões) é um curinga. Pra não usar uma camisa transparente com o sutiã totalmente à mostra, o body é uma alternativa para manter a transparência bonita sem parecer vulgar (dependendo do lugar e da ocasião). Dupla perfeita!

E você? Tem alguma outra lingerie que considera essencial na sua gaveta? 


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...