As melhores lingeries vêm em todos os tamanhos

1

Eu não sei bem por que, mas eu ando tão inclinada a admirar publicidades que retratam uma mulher mais normal, real, com um corpo mais perto da realidade da mulher brasileira (e de todas as outras do mundo!).

Depois da polêmica da Victoria´s Secret e da Calvin Klein, a Vogue.com está de parabéns! Fez uma matéria só com modelos que não têm um “corpo perfeito”, mostrando mulheres felizes, com lindas lingeries.

As melhores lingeries vêm em todos os tamanhos

Vogue_ashley-2

Vogue_marquita

Intitulada “The Best Lingerie Comes In All Sizes” (As melhores lingeries vêm em todos os tamanhos), a campanha está linda.

Vogue_inga

Vogue_tara

Vogue_tara-2

O mais interessante, e que não houve qualquer tipo de rotulação, como “plus size” ou “para gordinhas”, ou qualquer outra coisa desse gênero, com que nós não simpatizamos muito, né?

Eu visto 42, sou relativamente magra e de bem com meu corpo. Mas não me vejo nessas modelos que tem por aí, magérrimas, secas, que posam para fotos de lingerie. E acho que a maioria da mulheres é assim.

Então quando vejo campanhas de mulheres mais comuns, sem photoshop, eu fico apaixonada. Se o resultado dessas campanhas é positivo, no sentido comercial, eu não sei, já a magreza se tornou um padrão de beleza tão arraigado em nós, desde que nascemos. Mas, às vezes, tenho a impressão de que a publicidade mais real tem ganhado espaço e a admiração das pessoas.

A Vogue mesmo é uma revista que sempre foi muito criticada pelo padrão de beleza que exibe – mulheres excessivamente magras. Percebe uma pequena mudança de comportamento?

As fotos ficaram lindas! As modelos estão felizes, rindo, dando gargalhadas, longe de cara de fome e visual “walking dead”. Isso é o que as torna lindas e sensuais. Acho que os homens não resistem a uma mulher feliz e de bem com a vida.

Candice HuffineTara Lynn, Ashley GrahamMarquita Pring e Inga Eiriksdottir. Elas estão radiantes nas imagens! E estão usando marcas sofisticadas e caras, como Agent ProvocateurChantelle e Secrets in lace.

Falando nisso, a Secrets in Lace acaba de apresentar sua nova coleção no Lingerie Fashion Week, que aconteceu em Nova York, há alguns dias. E adivinha! A coleção foi toda inspirada nos anos 40, na charmosa Dita Von Teese, com modelos que se encaixam perfeitamente nos padrões de beleza daquela época – mulheres com corpo normal, pneuzinhos, barriguinha, enfim, tamanhos reais.

Dita-Von-Teese

enhanced-18430-1415300746-9


secrets in lace

secrets-in-lace

enhanced-28695-1415300738-11

O desfile foi divertido e interessante, no estilo pin up da época. Um tipo de lingerie fofo, que nunca sai de moda, na verdade. Lamentável que os padrões de beleza daquela época tenham saído…

Quem sabe a moda não está começando a rever esses padrões? A conversa com as consumidoras das marcas hoje é outra. Nunca estivemos tão engajadas, dizendo o que pensamos em blogs, matérias, redes sociais. Nunca tivemos tanta voz e expressividade.

E nunca as marcas se preocuparam tanto com essas opiniões!

Sensacional isso, não?



Victoria´s Secret altera sua campanha

E não é que a Victoria´s Secret alterou sua campanha?

Quem acompanhou o blog essa semana viu que escrevi sobre a campanha em dois posts diferentes, um falando sobre a lástima que foi a última campanha da marca, “Perfect Body” e outro mostrando a reação da mulherada ao redor do mundo, “#iamperfect“.

Foi todo mundo para as redes sociais gritar a sua insatisfação com a indireta que a marca mandou para suas clientes, insinuando o que é um corpo perfeito. Uma campanha no Twitter com a #iamperfect deu o que falar!

Depois de uma petição online, com mais de 27 mil assinaturas de mulheres insatisfeitas, a marca resolveu se manifestar.

E o resultado foi esse:

Victoria´s Secret altera sua campanha

O Corpo Perfeito” foi substituído por “Um corpo para todas“, com um jogo de palavras interessante (em inglês).

Achei interessante, plausível. Não houve pedido formal de desculpas, o que, pra mim, é dispensável. Não se trata de se desculpar com clientes. Falar a língua delas e se adequar às suas demandas é o que se espera de uma marca que tem o objetivo de se manter no mercado.

Estou encantada por ter a Victoria´s Secret mudado a sua campanha para um slogan mais inclusivo, e acredito que isso demonstra uma mensagem bem mais positiva para meninas mais novas, que era exatamente o que nós queríamos“, foi o que disse Gabriella Kountourides, uma das fundadoras da campanha #iamperfect, par a o site Lingerie Talk.

Está vendo como as coisas são? Uma mudança de atitude e isso torna um cliente um grande amigo. É isso que muitas empresas não compreendem ainda.

A campanha ficou bem mais inclusiva, você não acha?

Não adianta vir dizer pra gente o que é um corpo perfeito, porque isso não cola mais! Nós já sabemos o que é um corpo perfeito! É o nosso mesmo!



#iamperfect

#iamperfect

É com a hashtag #iamperfect que as mulheres de todo o mundo estão manifestando o seu descontentamento com a nova campanha da Victoria´s SecretThe Perfect Body (O Corpo Perfeito).

Escrevi sobre isso ontem e estou tão impressionada com a repercussão nas redes sociais, que tive que postar de novo sobre o assunto!

A mulherada está realmente indignada com o descaso e a indiferença da marca, que nada tem manifestado sobre os clamores femininos de desaprovação de sua nova publicidade.

victoria´s secret

O assunto levanta polêmica. Algumas pessoas não vêem nada de mais na publicidade, acham que é implicância da mulherada.

Estranho uma publicidade “despretensiosa” ter atingido tão negativamente tantas mulheres, consumidoras da marca, não é? Será que estamos mesmo sendo chatas demais?

Fotos, tweets, posts no Facebook. Até a Lady Gaga se manifestou!

Tweets_24

Acho interessante toda essa movimentação nas redes sociais, é a demonstração de que os tempos mudaram e que existe um diálogo entre as marcas e os consumidores.

Tweets_2

Tweets_3

Tweets_4

Tweets_5

Tweets_6

Tweets_10

Tweets_12

Tweets_14

Tweets_15

Tweets_17

Tweets_22

E você? Costuma manifestar descontentamento em relação a campanhas assim nas suas redes sociais?



O Corpo Perfeito

Dez mulheres magérrimas de lingerie e a frase “O Corpo Perfeito” foram suficientes para despertar a ira das mulheres em todas as parte do mundo,a  começar pelos EUA.

O Corpo Perfeito

Essa é a nova campanha da Victoria´s Secret, que vem causando o maior bafafá nas redes sociais.

Três estudantes universitárias levantaram a polêmica, já que o anúncio enfatiza e define o que é um corpo perfeito. Magreza, magreza, magreza. Um corpo que pouquíssimas mulheres têm hoje em dia. E que só se consegue à base de dietas loucas ou disfunções, como a bulimia ou anorexia, com raras exceções genéticas.

Perfect Body

Uma petição online foi criada para que a marca se desculpasse publicamente da “ofensa” que fez à mulheres normais ao redor do mundo. Já são mais de 20 mil assinaturas! Olha como as pessoas estão engajadas!

E não pra menos, né?

VS nada disse a respeito. Isso desperta ainda mais raiva em todo mundo, que está enchendo as redes sociais de manifestações contrárias e demonstração de total desaprovação.

Em um tempo em que as marcas têm lançado campanhas sensacionais, valorizando o corpo comum, sem retoques, sem plásticas e sem photoshop, um anúncio desses soa como um atraso, um andar na contramão da evolução.

É mais ou menos como as marcas de lingerie que se recusam a ampliar suas coleções e criar números maiores, como o 46 e o 48 no Brasil.

Mas, enfim, ignorar o mercado crescente de mulheres que têm descoberto que podem ser lindas com o corpo que têm pode ser um tiro no próprio pé. E é isso que a VS tem feito. Ignorado as inúmeras manifestações das mulheres – que compram lingerie. Talvez para ver se se cansam e calam suas bocas ou para continuar a ver esse barulho todo. Algo como “falem mal, mas falem de mim”.

Não acredito que isso possa ser algo positivo para a marca, definitivamente. Quando os consumidores de uma marca reclamam dela, ignorá-los demonstra total falta de respeito e indiferença!

O Walmart, neste Halloween, recentemente retirou do seu site uma departamento intitulado “Fat Girls Costumes” (Fantasias para Gordas), depois de manifestações nas redes sociais. E respondeu aos clamores se desculpando. Um exemplo do que se deve fazer diante da desaprovação do mercado.

Eu me lembro de uma campanha da marca Dove que valorizou a individualidade e beleza natural das mulheres há um tempo atrás, com uma foto bem parecida com a da VS, mas com mulheres “normais”:

Victoria´s Secret

Simplesmente amo esse anúncio e o vejo circulando pela internet em diversos sites.

O comportamento de marcas como a Victoria’s Secret apenas reforça a baixa auto-estima das mulheres, que sentem que não não atrativas nem desejáveis, que não se enquadram no padrão de beleza definido pelo mundo da moda e que têm que buscar lingeries e roupas sem graça, discretas e nada sensuais.

Não dá realmente para engolir essa imposição de padrão em tempos tão mudados. Essa tentativa e a indiferença da marca em relação a todas as manifestações de desaprovação só me fazem a ter cada vez menos admiração pela VS e mais certeza de que temos uma voz forte na sociedade e que a nossa forma de expressar essa voz tem ganhado cada dia mais força e espaço na nossa sociedade.

#iamperfect

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...