Exposição “O Soutien”

O Dia Internacional da Mulher foi no último final de semana. Um dia interessante, que tem uma triste origem e que é lembrado no mundo todo como uma forma de alerta e de honra.

E pra comemorar essa data, o Continental Shopping está realizando a exposição “O Soutien”. O evento foi criado pelo artista plástico Mauro Maria, em parceria com o instituto Se Toque, organização social com foco na educação e na prevenção do câncer de mama.



Mauro afirma que sua obra “é uma homenagem às mulheres que estão no grupo de risco de câncer de mama e fazem mastectomia preventiva, como a atriz Angelina Jolie“.

Para quem não ficou sabendo, a atriz, no ano passado, retirou as mamas, depois de receber o resultado de um exame que apontava 87% de chance de ter a doença (leia aqui)

A luta pela prevenção e pela restauração de mulheres com o câncer de mama é grande. E a exposição, que ficará no shopping até o dia 31 de março, é uma forma de homenagear as guerreiras que enfrentam essa luta e para nos lembrar da importância do auto-exame.

Os artistas convidados abraçaram a causa em incentivo a campanha contra o câncer de mama expressando em cada obra a sutileza e as incontáveis facetas femininas que existe por traz dessa peça”, afirma o curador Robert Richard.

Amei a ideia. Sou muito favorável a todas essas iniciativas.

E as esculturas estão bem interessantes!

Quem mora em São Paulo ou estiver passando por lá, poderá visitar a exposição e contar pra gente o que achou!

Fonte: continentalshopping.com.br



Lingerie no Louvre

1740-60
A busca por um corpo perfeito tem movido a humanidade por séculos. E uma nova exposição que se iniciou em paris no último dia 5 mostra que essa “quase” obsessão não se limita apenas a mulheres.
A história das manipulações mecânicas de anatomia humana através de roupas íntimas está sendo minuciosamente detalhada na exposição Behind The Seams: An Indiscreet Look At The Mechanics of Fashion (Por baixo das costuras: um olhar indiscreto sobre a mecânica das moda – minha tradução).
A exibição, que acontece no Louvre, em Paris, explora vários dispositivos utilizados em roupas desde o século 14 para criar uma silhueta artificial, mas bela.
1775-80
E, ao fazê-lo, ela dissipa um par de mitos persistentes: primeiro, que roupas arquitetônicas se tornaram populares no século 19 e, segundo, que elas foram utilizados apenas por mulheres.

A exposição também volta sua atenção aos homens e aos truques de moda que eles usaram ao longo da história para apresentar uma silhueta física que transmitisse masculinidade.


1880
1887
Arossaias-gaiolas, cintas, cintos, espartilhos, corsets e corpetes eram utilizados para modelar o corpo e adaptá-lo ao que era bonito e atraente para a época.
Muitas das peças em exposição são maravilhas da engenharia. Os objetivos eram  achatar estômagos, ampliar quadris, estender pescoço e ombros e, é claro, acentuar seios femininos.


1770-80


Nesse contexto, um ponto interessantena Idade Média, quando as silhuetas começaram a surgir, foi considerado uma ofensa a Deus mudar a forma humana através de artifícios de moda. O corpo foi considerada um espelho do Criador, e, por isso, qualquer enfeite ou alteração foi considerado blasfêmia.

Algo para se pensar na próxima vez que você compra um sutiã push-up!

Se a sua agenda está um pouco cheia e você está sem tempo para visitar a exposição, dê uma olhadinha em algumas das peças e divirta-se!
1951-52
1950
1872
Fonte: www.lingerietalk.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...