Strappy Bra: Aprenda a comprar

strappy bra

Dicas para escolher bem o Strappy Bra!

Será que todos são bons e valem a pena? Analisando o que eu tenho visto, decidi escrever sobre o Strappy Bra: Aprenda a comprar, acerte nas suas escolhas e economize!

Em tempos de crise todo mundo busca economizar de todas as formas. Corta gastos, pechincha, procura os melhores preços. Isso tudo é válido, mas às vezes o barato sai caro.

Um exemplo disso é a compra de lingerie. Se você está em busca de um bom sutiã, ou de um modelador que funcione ou de calcinhas que duram mais, por exemplo, pode fugir dos produtos baratinhos. Não tem jeito, não existe produto de excelente qualidade por um preço muito baixo.

E assim é com o famoso e badalado strappy bra. Eles ganharam o nosso coração e as gavetas de lingerie de todo o Brasil. Não apenas por serem legais, diferentes, mas porque revolucionaram o uso do sutiã e resolveram o problema do decote, que nunca sabíamos com o que usar.

Agora temos a solução, e ela é linda e sofisticada. Mas isso não basta. Tem que funcionar, ser confortável e durar. Acredito que a moda do sutiã de tiras vai durar muito tempo, isso porque é mais que uma modinha, é um jeito novo de usar o sutiã. Então, se você quer strappys que durem na sua gaveta, escolha bem os modelos que irá comprar!

Tenho visto cada coisa por aí que chega a ser assustadora!

Mas, o que observar na hora de comprar?

1. Acabamentos

Observe como são feitas as costuras, se cada material é empregado da maneira certa, se o fecho está costurado de forma torta. Tudo isso vai influenciar na vida útil e no caimento do sutiã.

2. Matéria-prima

Observe bem os fechos, se são de plástico, pequenos. Tenho visto strappy tão vagabundos, que não duram poucas lavadas. Fechos pequenos demais, fitas no lugar de alças (acredite, isso existe), elásticos duros, que machucam.

3. Caimento das peças

O que veio para ser uma solução pode se tornar um verdadeiro instrumento de tortura. As tiras têm que se adaptar às curvas do seu corpo perfeitamente, elas não podem te estrangular, marcar, machucar. Se isso acontecer, você não vai conseguir usar por muito tempo. Conheço pessoas que não conseguem usar nem por uma hora strappy bra comprado da China. Cuidado!

4. Preço

Não aposte em strappys baratos. Se eles são baratos, é porque o material utilizado não é de qualidade. Não estou fazendo apologia inflacionária, mas strappy bra de R$35,00 vai te dar dor de cabeça, acredite nisso!

5. Lojas com altas diferenças de preço

Desconfie de lojas (especialmente na internet) que vendem strappy bra muito mais baratos que outras lojas. Os produtos de todas as marcas têm preços de custo que não permitem descontos tão altos. Se uma loja consegue vender o mesmo produto muito mais barato, algum problema tem. Talvez esteja sonegando imposto, não envia nota fiscal (e se você precisar trocar por defeito, por exemplo, vai ter a maior dor de cabeça…), não troca ou devolve os produtos, enfim, fique atenta, não existe milagre!

Queria sugerir as marcas de strappy que tenho usado e adorado. Não machucam, possuem ótima qualidade, já foram lavados várias vezes:

strappy bra: aprenda a comprar

Esse modelo é da Lacelab, uma marca fera em strappy bra. Eu não tiro esse sutiã! É sem bojo (e olha que eu nem curto muito sutiã sem bojo), com elásticos macios e costura dupla embutida nas laterais. Recomendo de olhos fechados!

Outro modelo fofo é o da Belles:

tendência strappy bra

Aliás, a Belles lançou uma coleção cheia de strappy bras maravilhosos e super originais. Esse modelos tem tiras no bojo e nas costas e um acabamento impecável. As laterais são em tule, com um efeito transparente lindo, e o tecido do bojo tem um brilho maravilhoso!

E esse modelo da 2Rios, que é bem parecido com o strappy da Colcci, que a Gisele usou no último desfile no SPFW:

sutiã de tiras

Também é lindo, veste bem e nada machuca.

Penso que investir em pelo menos um modelo de strappy de ótima qualidade pode ser a garantia de uma vida longa e nenhuma dor de cabeça.

Porque lingerie é assim: você tem que vestir e esquecer que está usando pelo resto do dia!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

5 Comentários

  1. laura Novaes
    23 de setembro de 2015

    Ju, gostaria de saber na sua opinião, voce acha que esta moda dos sutias strappy vai durar muito ? Obrigada bjss

    Responder

    • Ju Verly
      23 de setembro de 2015

      Laura, como eu disse no post, eu acredito que o strappy é uma nova forma de se ver a lingerie. Até pouco tempo, o sutiã tinha que ficar escondido debaixo da roupa e ainda a maioria das mulheres pensam assim, não conseguem se desvencilhar desse conceito. Mas o strappy veio como uma mudança nessa ideia, mostrando a funcionalidade de uma peça versátil, que pode solucionar os problemas dos decotes e ser mostrado com muito charme! Acredito que dure até o ano que vem, pelo menos, ou até quando criarem algo tão interessante para se usar! Eles são mais do que uma moda, eles têm funcionalidade, por isso têm grandes chances de ficar. Como as coleções de verão nos EUA e Europa acabaram de mostrar muitas tiras, meu palpite é que fique aí por uns 2 anos. O animal print é um exemplo de uma moda que não sai mais de moda, virou um clássico do nosso guarda-roupa. É possível que isso aconteça também com os strappys! Vamos aguardar!

      Responder

      • laura Novaes
        24 de setembro de 2015

        Obrigada querida! Bjsss

        Responder

  2. May
    09 de outubro de 2015

    Oi, Ju! Gostaria de saber qual a média de preço de um bom strappy bras ?!

    Responder

    • Ju Verly
      12 de outubro de 2015

      Oi May!
      Essa é uma pergunta difícil de responder. Há muitos modelos de diferentes preços. Você precisa observar o que mais atende às suas necessidades (se são tiras na frente, nas costas, com renda, sem renda, mais básico, mais sofisticado) e analisar se o preço está de acordo com o que você está disposta a pagar. Há modelos, como qualquer outro sutiã, que são mal feitos, a modelagem é ruim, as tiras machucam, o acabamento é péssimo. Outros são o contrário e normalmente custam um pouco mais. Faça uma pesquisa e você vai acabar encontrando o modelo ideal como preço mais justo!
      Beijos!

      Responder

Deixe um comentário!

*

%d blogueiros gostam disto: