6 Dicas para aproveitar o Black Friday

O Black Friday 2015 está aí!

black-friday

Já é amanhã! O dia mais esperado do ano para quem ama fazer compras online é amanhã. E para as lojas também, porque, na verdade, o Black Friday é o “natal” do e-commerce.

Mas o Black Friday no Brasil já foi muito criticado. Suas primeiras versões deram o que falar, porque foram muito forjadas. As lojas dobraram os preços para baixar pela metade no dia D. Isso irritou todo mundo, mas sabe que eu até entendo?

No BF americano, os lojistas são isentos de impostos, o que pode ser repassado para os clientes. No Brasil nem precisa dizer que não incentivo nenhum, né?

Mas os dois últimos BFs brasileiros foram um pouco melhores e, o que eu percebo, é que estão ficando cada vez mais verdadeiros interessantes.

Nas minhas andanças pela internet, pois, como eu já disse aqui, eu compro de eletrônicos a lente de contato pela net, eu venho observando algumas coisas sobre o Black Friday e pensei em algumas dicas legais para dar:

1. Faça uma pesquisa de preço

Nos dias que antecedem o Black Friday, dê uma olhada nos preços para ver se aumentarão na véspera. Isso ainda acontece. Pesquise em algumas lojas o que você está procurando e fique de olho amanhã!

2. Comece suas compras de madrugada

Parece loucura, mas como as lojas realmente têm oferecido descontos reais, muitos produtos se esgotam logo nas primeiras horas. Vale a pena começar a olhar à meia-noite mesmo. Algumas horinhas de sono podem render ótimos descontos.

3. Selecione bem as lojas

Não é porque está muito barato que a compra valha a pena. É bom pesquisar sobre a loja, o que os clientes normalmente falam dela, as reclamações que existem na internet. Duvide um pouco de coisas muito mirabolantes. Lojas que parcelam em muitas vezes, dão descontos altíssimos, oferecem troca grátis, tudo de benefício, além de produtos muito abaixo do preço normal, podem ser um problema. Podem vender produtos sem nota fiscal, não efetuar a troca, enfim, não existe muito milagre quando o assunto é o Brasil, né?

4. Seja paciente com a entrega

Já recebi emails de lojas informando que de agora até o natal o prazo de entrega dos Correios sofrerá dilatação, em decorrência do grande fluxo. Não brigue com as lojas, não seja áspero nos seus emails, não desista da compra, só porque a entrega atrasou um pouco. As lojas dependem dos Correios para as entregas. Saiba que é muito provável que sua compra demore um pouco a chegar. Mas antes tarde do que nunca, não é?!

5. Não compre por impulso

Preços baixos podem fazer a gente comprar e se arrepender. É certo que compras realizadas na internet podem ser devolvidas em 7 dias. Mas isso não é legal pra ninguém, acho que todo mundo perde com isso. O lojista, que perdeu a oportunidade de vender para outro e ainda terá o prejuízo do frete e você também, que só receberá o estorno cerca de 2 faturas depois… Pense direitinho antes de comprar, tenha certeza e consciência nas suas compras.

6. Aproveite para renovar sua gaveta de lingerie

As lojas de lingerie, é claro, também estão participando do Black Friday 2015 e provavelmente com ótimos descontos. Aproveite para dar aquela renovada na sua gaveta de calcinhas ou comprar aquele sutiã de tiras em que você está de olho ou ainda a camisola dos seus sonhos!



Outubro Rosa: Campanha Mostre Seu Sutiã

Rosie Huntington-Whiteley lança uma campanha bem legal no Outubro Rosa.

Há tempos que admiro o trabalho da Rosie Huntington, a modelo britânica que fez sucesso depois de ser uma das angels da Victoria´s Secret de 2008 a 2010. Ela também fez muito sucesso desfilando para a Burberry.

Mas ela ganhou as luzes dos holofotes quando começou a desenvolver a própria coleção de lingerie para  a famosa Marks&Spencer.

E agora lançou uma linha exclusiva de lingeries (belíssimas) para mulheres vítimas do câncer de mama, que fizeram mastectomia. A campanha é tão linda, com mulheres que já passaram por isso:

Outubro Rosa: Campanha Mostre Seu Sutiã

outubro rosa

cancer de mama

É uma linha de 19 sutiãs, especialmente para mulheres mastectomizadas. 10% do faturamento será revertido para a luta contra o câncer de mama.

E para dar força à ação (e divulgar a coleção, é claro), a Rosie lançou a campanha #ShowYourBra (Mostre seu sutiã), que está fazendo sucesso nas redes sociais:

https://instagram.com/rosiehw/

A ideia é postar qualquer foto marcando com a #ShowYourBra, para fortalecer a campanha e divulgar.

O Outubro Rosa vem ganhando força a cada ano ao redor de todo o mundo. As mulheres estão se conscientizando e evitando o avanço do câncer de mama por meio do diagnóstico precoce.

Então, toda iniciativa nesse sentido é bem legal, né? Mesmo quando estiver envolvido o marketing da marca, que é bem comum nessa época.

A gente até se cansa um pouquinho de tudo tão cor de rosa nas nossas redes sociais, mas acho tão válido! Fico pensando em quantas mulheres podem ser suas vidas salvas por fazerem autoexame, que é tão simples, por terem sido conscientizadas pelas avalanches de mensagens do Outubro Rosa.

As pessoas estão aderindo à campanha #ShowYourBra e participando:

#ShowYourBra

Foto: Reprodução Instagram

#showyourbra

Foto: Reprodução Instagram

As pessoas estão postando fotos, mesmo que simples, para divulgar a campanha e a conscientização.

#showyourbra

Foto: Reprodução Instagram

#showyourbra

Foto: Reprodução Instagram

#showyourbra

Foto: Reprodução Instagram

Tem até homem fazendo graça, mas, participando!

#showyourbra

Foto: Reprodução Instagram

Penso que essa é uma causa de todas nós. Vale a pena tudo para fortalecer a campanha e deixar todo mundo em dia com os exames!



Vídeo de Lingerie com final surpreendente

Um vídeo bem interessante para quem curte lingerie: 100 Anos de Lingerie.

Amo tudo o que conta a história da lingerie. Seja livro, artigo, imagens ou vídeos. Imagine uma volta ao ano 1915 e uma retrospectiva da moda.

Queria dividir com você hoje um vídeo de lingerie com um final surpreendente. Foi criado pelo site mode.com e mostra a evolução da moda no que diz respeito à lingerie, ao longo das últimas décadas.

Um modelo e vários looks. Acho que o dos anos 80 é o mais “interessante”. Não tem como não rir muito do estilo.

Mas o mais legal é o final, quando mulheres mais reais, do nosso dia a dia, aparecem. Não vou contar, né?

Tem que assistir até o final!

Vale a pena!



Lingerie Day: Afinal, o que é isso?

O Lingerie Day: Afinal, o que é isso? Super divulgado na internet, o evento ainda levanta polêmica!

Lingerie Day: Afinal, o que é isso?

João Américo Fotografias

Hoje, última quinta-feira do mês de julho, é comemorado o Lingerie Day. As pessoas confundem as datas, afirmam que é no dia 28 de julho, mas, na verdade, a data é essa que eu mencionei.

É uma coisa bizarra. Imagine dois amigos no ano de 2009, com a intenção de ver mulheres seminuas na internet (que novidade) criando o Lingerie Day para elas postassem fotos delas mesmas usando lingerie.

Resumindo tudo, é isso!

O evento foi ganhando proporções enormes no Brasil, afinal, tudo o que é sac… dá muito ibope aqui, não é? E a mulherada não se intimidou, mandou ver mesmo. Fotos de todos os estilos, com diversos tipos de lingerie e sem lingerie.

Os criadores da evento nem gostaram, não é?

A partir daí surgiram algumas ideias tentando mudar o significado do Lingerie Day. Feministas e marcas de lingerie começaram a dar outro sentido à criação, sugerindo que as mulheres postassem fotos menos sensuais, nada vulgares, apenas mostrando a lingerie mesmo, sem qualquer conotação sexual.

Bom, ok, mas é difícil ver uma foto de uma mulher usando lingerie que não tenha o cunho comercial (nas lojas online e blogs, por exemplo) ou sexual. Em alguns casos isso é até possível, como no caso da Manoela Marandino, do blog Under The Unders. Admiro muito o trabalho dela, pois ela é uma blogueira de lingerie que mostra as lingeries no próprio corpo. A Cora do The Lingerie Addict nos EUA também. Não é o meu estilo, mas super me agrada, pois não é vulgar. É informativo, bonito.

Tirando raras exceções, não consigo realmente ver muito propósito no Lingerie Day que foi criado pelos senhores Fábio Rodrigues e Fernando Gouveia. Quando penso que a finalidade inicial foi machista, começo a tomar aversão.

Mas… Nada impede que você tenha um Lingerie Day particular com o seu parceiro, não é?

Aí sim, me agrada. Tudo o que vier para melhorar a relação, para dar aquele up, para nos incentivar a cuidar de nós mesmas e nos sentir atraentes e sedutoras, eu estou dentro.

Penso que o Lingerie Day pode ser uma ótima oportunidade para ser comemorado a dois! E talvez até mesmo com um Ensaio Boudoir, que é uma forma sensual e discreta de se mostrar para quem você acha que vale a pena.

Acho que a proposta é essa: Mostre-se para quem você quiser, para quem vale a pena.

Mas lembre-se que a internet é viral e não perdoa. Uma foto na rede pode significar uma foto em cada computador do mundo. Depois que se posta, não há mais controle sobre ela.

Pense direitinho e participe do Lingerie Day de forma consciente!

Fica a Dica!

Interessante, que quando terminei esse post fui em busca de uma imagem para ilustrá-lo e não consegui encontrar uma foto sequer que não tivesse a conotação absolutamente sexual. Faça o teste.



Meia-calça: Inspiração do Dia!

Esse é para quem ama meia-calça.

O inverno está aí. E nada mais combina com ele do que a meia-calça. é, sem dúvida, uma peça interessante do nosso guarda-roupa. Acho que poucas coisas que usamos nos deixam tão elegantes como ela.

E é antiga, viu? Surgiu há cerca de 2.200 anos na Mesopotâmia. E era usada por soldados para se aquecerem do frio! A partir do século XIV começou a ser usada por nobres (homens), inclusive como objeto de sedução. Ainda bem que o conceito de homem sedutor muda com o tempo, não?

Só a partir de 1780 é que a peça começou a ser usada por mulheres e, desde então, só por elas. A versão mais querida na época era a 7/8. No início eram grossas, de cores mais escuras. Ao serem confeccionadas com nylon, começaram a ser verdadeiramente sensuais e um objeto de desejo.

Eu super curto meia-calça, desde pequena. Na Europa ela é bem comum que no Brasil. As mulheres usam muito, especialmente na França. Difícil ir a Paris e não voltar com a mala cheia!

Selecionei alguns modelos que podem ser uma inspiração para quem quer ousar um pouquinho e sair por aí arrasando neste inverno:

Meia-calça: Inspiração do Dia!

meia-calça

212332eeb03649d5e3417f00ef08ba46

Os modelos de renda são uma unanimidade entre os homens. As mais desejadas. Que mulher não fica maravilhosa assim? E não vem com essa história de que tem pernas grossas e não fica bem. Meia-calça é para todas!

041fac2be90d2947ba96b5000404393e (1)

Esses modelos com uma risca na parte de trás também são lindos. Mais discretos, deixam o detalhe para as costas. Perfeito para um look mais executivo, inclusive.

82bfe77d42637a4537583225c865ae1c

0761c51feb62707f413acb59bbd7ec31

842caf8e18250df5296f267701a2d0cf

Se você tiver estilo e ousadia, pode apostar em um modelo assim, estampado. Pode ser bem divertido e original!

848a55ac3109231be4c566ff7d6dabe1

c626f55e616cc398fcaa2f8b2b46a0d4

b09ec9ff248c166c1fb6e64f6643901b

tumblr_m0yag2475Z1qg3j6jo1_500

Poás, poás, poás. Amo muio!

10971d2e1952b37d2eeef205e300f636 (1)

Desenhos geométricos também são originais e diferentes. Eu aposto neles de vez em quando!

994674becee44b57d543431ddaa4f6d6 (2)

circle_grande

d92abe736e91a0fa8d505bef62352d4b

O xadrez também pode compor um look bem interessante, mas tem que cuidar da harmonia, buscar roupas lisas neste caso.

Não dá vontade de ter uma de cada?

Meia-calça: Inspiração do Dia!

Fonte das imagens: Pinterest



Lingerie Anti-Estupro

Anti-rape pants

Já ouviu falar em lingerie anti-estupro?

Parece estranho, mas achei tão interessante, que não pude deixar de compartilhar aqui com vocês.

Uma lingerie anti-estupro.

Uma espécie de “cinto” que impede que a calcinha seja retirada ou removida impede qualquer pessoa mal intencionada de fazer o que não devia, contra a vontade da mulher.

A criadora da marca AR Wear (Anti Rape Wear) teve seus motivos para criá-la. Vítima de vários assaltos e de duas tentativas de estupro, afirmou “Eu fui vítima de duas tentativas de estupro, uma com 18 e outra com 20 anos. Em ambos os casos, a ‘demora’ impediu que o ato fosse finalizado. No primeiro caso eu lutei contra ele até que ele ouviu barulhos por perto e desistiu. No segundo caso, o estuprador me segurou pelo pescoço com uma das mãos e com a outra, de alguma forma, tentou tirar o meu jeans e calcinha enquanto me jogava ao chão. Eu comecei a gritar  e alguma coisa fez o estuprador desparecer. A forma ágil como ele tirou a minha roupa me faz acreditar que o AR Wear poderia efetivamente evitar estupros pela demora“.

Meio chocante, né? Enquanto traduzia eu pensei se realmente deveria postar algo meio impactante assim, mas acho que isso é mais comum do que a gente imagina, especialmente em um país sem punição como o Brasil. Claro que a frequência desse tipo de crime acontece entre as classes mais pobres, que provavelmente não têm a menor condição de adquirir um produto desse.

Lingerie Anti-Estupro

Mas a iniciativa de criação já foi mais que interessante., embora já enfrente muitas críticas. A maioria das mulheres vítimas de estupro não poderia usar o produtos, que são crianças, pessoas obesas, pobres, deficientes físicos, homens, transexuais.

Alguns acreditam que esse tipo de produto reforça a ideia de que os estupros acontecem sempre em lugares escuros, ermos, desabitados, como uma rua escura. E não deixa de ser verdade.

Para esses críticos, “trancar a vagina” a fim de impedir o estupro indica quanto trabalho ainda há pela frente, com o intuito de se lutar contra esse tipo de criminalidade. Um cinto de castidade moderno, de acordo com o posicionamento deles, demonstra o quanto os direitos da liberdade da mulher ainda não não progrediram desde a idade média.

Polêmico, não é?

E você, o que acha?

Fonte: The Guardian

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...