A lingerie ideal para trabalhar: Acerte na escolha

Já pensou qual a lingerie ideal para trabalhar todos os dias?

Parece bobagem, a princípio, mas escolher a lingerie ideal para trabalhar dia após dia pode determinar um dia de conforto ou de irritação.

Aproveitando que hoje é segunda-feira, aquele dia que a maioria das pessoas ama (eu realmente gosto, então fica até difícil pensar em algo diferente disso!), pensei em falar um pouquinho sobre a calcinha e o sutiã que a gente usa no dia a dia e que pode acabar ou com o nosso look ou com a o nosso humor.

Então pensei em algumas dicas para dar a você que não tem muito tempo a perder e que precisa estar bem vestida e confortável durante todo o dia.

1. Escolha no dia anterior

lingerie ideal

Não sei você, mas como levanto cedo todos os dias, completamente sonolenta e sem condições de raciocinar (acordo mesmo lá pelas 8 da manhã), então eu preciso escolher a roupa que vou usar no dia anterior. E isso inclui a lingerie. Normalmente seleciono a roupa e, em seguida, vou para a gaveta de lingerie.

É preciso escolher direitinho o sutiã que combina com a blusa, a camisa ou o vestido. Isso porque não dá para, na hora de se vestir, perceber que o único sutiã que realmente vai bem com determinada roupa está para lavar (quem nunca?).

Então é bom organizar na noite anterior, até mesmo a calcinha. Assim você ganha mais uns minutinhos dormindo e não perde tempo em frente ao guarda-roupa.

2. Combine as cores

lingerie colorida

Roupas claras pedem um sutiã mais neutro, cor da pele. Esqueça esse lance de mostrar o sutiã no ambiente de trabalho. A não ser que você trabalhe com lingeries ou com moda ou na TV, enfim… Se você não trabalha com nada relacionado à moda, o ideal é manter um pouco a formalidade e deixar a lingerie outwear para o fim de semana.

Tenho uma gaveta inteira só de sutiãs cor da pele, em tons de rosa e bege. Tem que ter pelo menos um para cada dia. Assim não ter erro. Camisas claras agradecem esse cuidado.

3. Escolha lingeries confortáveis

Nada pior que passar o dia “arrumando” um sutiã caindo ou a alça desregulada. Ou então se sentindo massacrada por uma calcinha apertada, que incomoda.

Fazer uma limpa na gaveta de lingerie de vez em quando ajuda a eliminar essas peças problema. Umas comprinhas de vez em quando também ajudam. A qualidade de vida melhora, acredite. Encontrar sempre sutiãs bons, de qualidade, confortáveis e na cor certa é quase um oásis. Vale a pena investir nesses modelos, você não perde tempo, passa um dia bem, confortável e economiza tempo para focar no que realmente interessa.

4. Use as calcinhas certas

calcinha confortável

Afinal, o que é uma calcinha certa? O certo para você pode não ser o certo para mim e vice-versa. Então vou dizer o que o certo para mim, pois acho que muitas pessoas podem se identificar.

Calcinhas básicas, em tecidos leves como o modal ou uma microfibra levinha podem ser as melhores escolhas. Muita renda pode ser um incômodo para o dia a dia. Calcinhas cortadas a laser podem ser uma ótima opção também. Tudo o que for confortável e permite que a pele “respire” um pouco mais é o mais adequado.



Strappy bra: Como usar na moda outono/inverno?

Saiba como usar o strappy bra no outono, combinando com blusas mais fechadas.

O strappy bra é um sutiã que veio para ficar no guarda roupa feminino! Existem no mercado inúmeras variações, com tiras na frente, de lado, só nas costas, tiras que se cruzam, coloridos, apenas uma cor, estampados, etc. Mas todos os modelos têm uma função em comum: deixar o nosso look ainda mais bonito e com um estilo bem moderninho.

Apesar de haver vários tipos de sutiã de tiras, o que as mulheres mais aderiram foi o modelo de tiras na frente, sendo elas grossas ou finas, mas sempre com um formato geométrico.

O sutiã strappy continua na crista da onda e o finalzinho do verão não é motivo para não deixar a lingerie à mostra!

Mas e quando o outono chegar? Quem é apaixonada pelo strappy bra não vai precisar abandonar a peça, isto porque os looks com a pegada mais urbana podem ficar incríveis se forem complementados com as tiras aparecendo sobre a roupa.

Sabemos que na próxima estação não faz tanto frio quanto no inverno, mas há um aumento na incidência dos ventos, a manhã é marcada pelo que chamamos de nevoeiro ou neblina. Nas regiões Centro-Oeste, Sul e Sudeste do Brasil ocorre uma queda maior na temperatura. Por isso, os casaquinhos, os cardigãs, as jaquetas de couro, as camisas jeans e xadrez, tornam-se aliadas para se preparar para a mudança do clima.

Nesta estação, os looks muito coloridos não são mais usados e abrem espaço para o preto, o tom pastel e terroso e o marrom. Portanto, o ideal é apostar no top strappy com as tiras na cor preta. Independente de qual será a combinação escolhida por você, a tira nesta cor traz uma sofisticação ao look, podendo ser usado para ocasiões um pouco mais formais (como um jantar) ou até mesmo com o estilo urbano/casual (como shopping).

Então vamos aos looks?

Strappy bra + JAQUETA DE COURO

Para fazer esta combinação, o ideal é apostar nas tiras mais grossas, deixando o look com uma pegada mais “rock”.

strappy bra

Strappy bra + CAMISA JEANS

A combinação feita com camisa jeans é legal para usar em dias de lazer, você pode optar por usar o strappy sobreposto à camisa ou colocar uma camiseta por baixo e usar a camisa completamente aberta.

camisa-jeans

Strappy bra + CASAQUINHO

O casaquinho é um pouco mais clássico, deixa o look mais sofisticado se combinado com um salto! Você pode apostar em um strappy que, além de ter as tiras mais finas, deixa à mostra alguns detalhes como a renda ou a transparência.

sutia de tiras

Strappy bra + BLUSA DE TRICÔ

As blusas de tricô foram moda no outono passado, mas com certeza vão continuar dando o ar da graça neste ano. Algumas blusas são furadinhas, outras o tecido tem uma leve transparência e nada melhor do que este tipo de roupa para mostrar à lingerie. Ouse no strappy bra!

top strappy

A dica é você continuar apostando no strappy sem medo. Só é preciso saber como montar o look certo, para a ocasião certa.



Que sutiã usar com roupa branca

Precisa usar uma roupa branca e tem dúvida de qual sutiã escolher?

Você tem um compromisso importante no dia seguinte cedo. Pensa em qual roupa usar, sapatos, acessórios. Prepara tudo e acorda cedo para se arrumar. Quando percebe, vê que se esqueceu de separar o sutiã certo para se usar com a blusa ou o vestido branco. Quem nunca?

Mostrar o sutiã é uma tendência forte que veio e ficou. Acho difícil ir embora. Sejam as alças, as tiras ou a renda do sutiã, um detalhe à mostra de forma discreta e sofisticada deixa o look harmônico e interessante. Mas não é sempre que fazemos isso. No dia a dia normalmente, especialmente no ambiente de trabalho,  optamos por looks mais comportados, executivos, discretos.

As camisas brancas são as queridinhas. E grandes aliadas. E o sutiã certo para se usar com elas é uma peça fundamental para que a produção seja perfeita, para que você não chame a atenção para a sua lingerie, e sim para o que importa na rotina do seu trabalho A não ser que você trabalhe com moda, TV, enfim, as profissões que normalmente permitem ousar um pouquinho nos looks).

roupas brancas

O que as mulheres normalmente preferem para se usar com roupas brancas é a lingerie bege ou nude. Elas são as mais requisitadas nessas horas. São quase invisíveis. As mulheres de pele mais escura optam pelos tons marrons.

É uma solução antiga, abominada por muitos homens, mas da qual não conseguimos escapar muitas vezes.

Pensando nisso, a indústria da lingerie começou a perceber que existe uma alternativa para a “sem graceza” da lingerie bege.

A nova cor tem nomes diferentes. Nuance, uva, beringela, lilás. São tonalidades de uma espécie de lilás que somem por completo por baixo do branco. Tornam-se realmente invisíveis.

sutiã

  1. Duloren
  2. Un.i
  3. Liz
  4. Duloren
  5. Un.i
  6. Valisere

Eu uso no dia a dia, praticamente todos os dias. É uma forma de fugir do bege e continuar feminina, delicada. Já observei que é uma cor perfeita para quem tem a pele mais clarinha e um pouco mais morena. A pele negra realmente exige uma variação dos tons de marrom.

Se você busca solução para suas roupas brancas, o sutiã na tonalidade lilás pode ser a dica que faltava para seus looks ficarem ainda melhores.



Pijama: O que você precisa saber antes de comprar

Pijama: O que você precisa saber sobre ele e como acertar na escolha.

Pijama: O que você precisa saber antes de comprar

Blog Free People

O pijama pode definir como será a sua noite de sono, sabia?

Você já dormiu mal, se incomodou a noite inteira e ficou pensando no que poderia ser? Já pensou que a roupa que você usa para dormir pode ter uma influência sobre a qualidade do seu sono?

Se você não acredita, experimente usar algo bem desconfortável e tente dormir. Eu sei que tem muita gente que encosta a cabeça no travesseiro e pronto, só acorda no dia seguinte (ai que inveja). Mas acho que com a maioria das pessoas não é assim. Então, se você está nesse time, sugiro que repense a forma como se veste.

Claro que há vários fatores envolvidos em uma boa noite de sono. Alimentação leve, uma mente mais tranquila, longe dos eletrônicos, atividade física durante o dia, relaxamento à noite. E entre esse fatores sem dúvida está a roupa que você usa.

Se você não usa nada pra dormir, então esqueça, essa matéria não é pra você, é claro. Mas se você é daquelas que tem medo de ter que levantar à noite às pressas e se ver em uma situação absolutamente constrangedora (muita gente já confessou isso!) ou mesmo você apenas prefere estar vestida, sugiro pensar bem na hora de comprar um pijama.

Quando falo em pijama, é claro que me refiro a tudo aquele que a gente usa na hora de dormir. Pode ser um pijama curto, um short doll, uma camisola, um baby doll. Que eu saiba essas são as roupas que normalmente usamos para dormir. Mas se você tiver outra sugestão de roupa, acho que as dicas se adequam também.

Vamos lá? Veja algumas peças que podem ser problemáticas e interferir no seu conforto:

1. Peças com bojo

Camisolas, short doll e baby doll podem ter bojo. Algumas pessoas não ligam, é verdade. Mas o bojo dessas peças pode ser mais rígido e apertar os seios à noite. Não posso afirmar as consequências em relação à saúde, neste caso, mas pode ser uma coisa que incomoda muito. Se você usa e tem dormido mal, acho que vale a pena fazer um teste e troca por peças que não têm bojo.

2. Tecidos sintéticos

Sabe quando você usa uma camisola de cetim bem sintética e acorda no dia seguinte ensopada, se sentindo mal, como se tivesse dormido enrolada em um saco plástico? Esses tecidos mais sintéticos conseguem fazer isso com a gente! São lindos, mas ordinários.

Tecidos mais grossos também incomodam muito. Dê preferência às peças mais levinhas, como a liganete, uma malha fria fresquinha. Se quiser mais glamour, invista na seda pura. É linda, sensual e confortável.

3. Camisola longa

Muitas mulheres amam uma camisola longa na hora de dormir. Algumas queixas que eu já ouvi é que elas “embolam”, “enrolam” entre as pernas e o incômodo é enorme. A camisola curta é uma alternativa para quem não abre mão de uma peça mais romântica e delicada.

4. Peças com aro

Já vi camisolas e short doll sem bojo, porém, com aro, como um sutiã sem bojo. O legal é que eles firmam os seios, para quem não suporta dormir sem sutiã. Mas o aro pode ser prejudicial. Ele pode incomodar muito. Temo que ele possa apertar demais e possivelmente causar um dano maior ao longo do tempo, embora não haja comprovação científica.

5. Peças apertadas

Elásticos apertados, seja na alça, seja no cós do short, sempre vai incomodar. É bom observar isso. Às vezes você está irritada e não sabe com o quê. Se observar, pode identificar que é exatamente alguma peça te apertando.

6. Peças bordadas

Acredita que existem roupas de dormir bordadas? Pois é, nesse caso, dependendo do acabamento, elas podem arranhar por dentro, o que causa um incômodo enorme. Observe se o pijama tem alguma aplicação, algum bordado, alguma coisa que possa deixá-lo desconfortável.

7. Sutiã

Esse sim causa polêmica. Dormir de sutiã pode ser algo de que você não abre mão de forma alguma. Mas muitas mulheres se sentem profundamente incomodadas com o uso dele à noite. Observe se isso é algo que pode estar tirando o seu sono.

E tenha ótimas noites!

 



Sutiã sem bojo: Vantagens e desvantagens

Sutiã sem bojo: Veja as vantagens e desvantagens desse modelo de lingerie.

sutia sem bojo

Reprodução: Pinterest

Sutiã sem bojo é a bola da vez. É engraçado como que alguns itens de moda sobem e descem. na verdade toda a moda é assim. Uma hora algumas coisas estão em alta, outras vezes elas estão super em baixa, nem pense em usá-las.

O sutiã sem bojo é uma lingerie que está realmente em alta. Muita gente comentando, postando sobre ele, se apaixonando por ele.

E aí? Você curte?

Tenho alguns modelos de sutiã sem bojo. E vejo pontos positivos e negativos nele. Poucas mulheres conseguem não amá-lo ou odiá-lo. Esse tipo de sutiã é bem assim, ou amamos ou odiamos, não costumamos ter meio termo.

Então vamos lá. O que tem de bom no sutiã sem bojo?

sutia sem bojo

Reprodução: Pinterest

1. É fresquinho

Ninguém pode negar que o bojo do sutiã, ainda que forrado de tecido em algodão, consegue deixar a peça mais quente. A gente acaba suando um pouquinho mais com o sutiã com bojo, especialmente no verão.

O sutiã sem bojo costuma ser mais fresco exatamente por não ter essa cobertura de espuma, que é o bojo. Passar um dia inteiro com calor é insuportável. Essa vantagem de ser mais fresco soma pontos para o modelo.

2. É mais confortável

Por ser mais fresquinho, ele acaba sendo mais confortável também. E não somente pelo frescor, mas o sutiã sem bojo possui mais elasticidade e isso confere mais flexibilidade aos movimentos. Você consegue se movimentar de forma mais livre.

Eu costumo usar mais sutiã sem bojo em casa, no final de semana, por ser um momento de descanso. E pra dormir também! Como não abro mão de dormir de sutiã, o modelo é perfeito.

3. Fácil de lavar e secar

É fácil de lavar porque até mesmo lavando na máquina o processo de lavagem é mais simples, de uma peça comum de roupa. Claro que o ideal é lavra à mão devido à delicadeza do tecido, especialmente se for de renda. Mas é mais simples, por não ter bojo. Os sutiãs de bojo são mais difíceis de serem lavados à mão e duram bem menos se lavados na máquina.

É fácil de secar exatamente porque o bojo demora mais para secar. Já fez o teste?

4. Fácil de transportar

Já viu como o sutiã com bojo ocupa espaço na mala? Precisamos reservar um espaço considerável para ele (se você guardar sutiã na mala de forma correta).

O sutiã sem bojo é como uma calcinha. Cabe em qualquer cantinho.

Possíveis desvantagens:

1. Não modela os seios

Aqui está um fator que incomoda demais as mulheres que não se adaptam ao sutiã sem bojo. Ele não possui a mesma firmeza de um sutiã com bojo. E isso faz com que o sutiã sem bojo não consiga modelar os seios, apenas cobri-los. O bojo consegue fazer alguns milagres. Ele levanta os seios mais caídos, aproxima os mais separados, dá volume aos menores e disfarça o tamanho dos maiores.

O sutiã sem bojo, especialmente os modelos sem aro, não conseguem fazer isso. As mulheres que tem os seios um pouco mais flácidos (se você tem mais de 35 anos provavelmente não tem os seios dos 20 e poucos…) entendem bem o que eu estou dizendo.

Claro que se a mulher tem silicone nos seios a história é outra. Os sutiãs sem bojo ficam lindos de viver nelas! Mas não é a regra, então, o bojo pode ajudar bastante.

2. Pode deixar os mamilos à vista

Esse outro fator já foi motivo de muitas polêmicas aqui no TDL. Há leitoras que vão à loucura quando eu abordo esse assunto. Deixar os mamilos à vista ou “os faróis acesos” pode ser algo que muitas mulheres gostam, acham sensual ou simplesmente acreditam que nascemos assim e que não temos que esconder uma parte do nosso corpo.

Ok se você pensa assim. Não estou dizendo que é feio ou bonito.

A questão é que muitas mulheres se incomodam com isso, não gostam que o mamilo apareça por baixo de suas produções. O sutiã com bojo favorece bastante quem não quer esse efeito. O bojo esconde totalmente qualquer sinal de mamilo à mostra.

Nem todos os sutiãs com bojo causam essa situação, mas a chance disso acontecer é maior quando o assunto é a ausência do bojo.

Acho que aparentemente as vantagens são mais numerosas que as desvantagens. Mas acho que vai do gosto e do momento de cada mulher.

Que o verão pede uma lingerie mais confortável, isso ninguém pode negar. Se você vai aderir à tendência, é outra história!

 



Calcinha Fio Dental: Saiba tudo sobre ela

Calcinha fio dental: Conheça tudo sobre a lingerie mais desejada!

A calcinha fio dental é um ícone da moda íntima, objeto de desejo entre a maioria dos homens. Pode ser colorida, branca ou preta, cor da pele. Difícil um deles resistir. O formato do bumbum é outro quando a mulher usa uma calcinha fio dental. Eles conseguem ver “beleza” até onde não existe. E olha que tem alguns bumbuns que não combinam mesmo com esse tipo de lingerie. Mas eles amam, adoram, se jogam nelas. Mulheres de calcinha fio dental arrancam suspiros definitivamente.

1. Modelos de calcinha fio dental

Pode ser uma calcinha de renda, uma tanga, com laterais fininhas ou até uma calcinha mais comportada na parte da frente (os modelos americanos são assim, maiores na frente e um fiozinho no bumbum). Fio dental é fio dental. A parte da frente não importa muito.

A parte de trás da lingerie fio dental é o que mais importa, tanto para homens que amam, quanto para mulheres (que muitas vezes odeiam). Existem modelos e modelos dessa lingerie polêmica.

Alguns seguem a modelagem americana, são maiores na frente e um fio mais fino atrás. A brasileira não é muito fã deles. Quem curte um fio fininho atrás normalmente gosta de algo menor na frente também, mas é uma modelo bem comum fora do Brasil.

calcinha fio dental

Outras são bem assim, pequenas na frente e menores ainda atrás. Trata-se de um fio bem fino mesmo, que deixo o bumbum todo exposto. A desvantagem desse modelo é que ele não faz milagre. Não é qualquer bumbum que fica bem. Mulheres com o quadril mais largo e até mesmo um bumbum maior se sentem um pouco desconfortáveis com esse modelo de calcinha fio.

calcinha fio dental vermelha

Um modelo que a mulher brasileira gosta muito é esse que cobre uma parte do bumbum. Esse modelo favorece a todas. O bumbum fica levemente coberto. Algumas mulheres acham esse modelo nada vulgar, além de ser confortável. Muitas usam no dia a dia, inclusive para malhar.

calcinha preta

Uma vantagem desse tipo de calcinha fio dental é que ele não marca sob as roupas, especialmente as calcinhas  de renda e aquelas de fio duplo.

Um terceiro modelo de calcinha fio dental é aquele que cobre uma boa parte do bumbum e, somente na parte de baixo é menor, é uma espécie de caleçon ou shortinho mais cavado. Também caiu no gosto das mulheres, especialmente em razão do conforto que ele confere. Também pode ser usado por baixo das roupas do dia a dia.

calcinha fio dental

2. Cores de calcinhas fio dental

As cores não são uma unanimidade, especialmente no Brasil, que é um país tropical, onde as cores têm uma importância muito grande na moda.

O preto é uma paixão universal, é verdade. mas a calcinha vermelha fio dental tem o seu lugar no imaginário masculino, ainda que as mulheres mais sofisticados tenham profunda aversão a ela!

As calcinhas de renda colorida estão presentes em quase todas as gavetas de lingerie. Combinam com tudo e não marcam sob as roupas, são verdadeiras curingas.

modelos de calcinha

As calcinhas estampadas de poá, floral, estampas geométricas, listras, todas seguem as estampas do mundo fashion e e também agradam muito.

3. Formas de usar

Há dois objetivos básicos quando o assunto é a calcinha fio dental. O primeiro deles é mostrar. Muitas mulheres curtem usar uma calcinha fio dental à mostra. Elas acham interessante usar uma roupa justa, ou de tecidos levinhos e deixar a marca da calcinha aparecendo. Bom, falar sobre a motivação das pessoas é um pouco complicado, prefiro não julgar ninguém.

Mas ninguém pode negar que é algo que atrai os olhares masculinos, né?

Quem não quer mostrar, normalmente quer esconder. E como eu já disse, alguns modelos de calcinha fio dental são ótimos para serem usados com roupas justas, de tecidos mais finos, porque elas conseguem ficar bem escondidinhas. É uma ótima maneira de harmonizar o look e estar bonita ao mesmo tempo.

4. Cuidados com o fio dental

Usar uma calcinha fio dental pode ser uma paixão de muitas mulheres, mas vale a pena tomar alguns cuidados:

  • Evite usar se estiver grávida: O atrito que ela oferece pode favorecer a proliferação de bactérias, às quais as gestantes estão mais sujeitas.
  • Evite usar para malhar: O atrito e o suor podem proporcionar doenças infecciosas.
  • Evite usar quando menstruada: Sua pequena cobertura pode causar situações constrangedoras.

E você, curte a lingerie fio dental?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...