Mulher Sem Lingerie – Dicas de que sutiãs usar com blusas de alcinha

Mulher Sem Lingerie: Vídeo no ar!

O Mulher Sem Lingerie é a parceria que eu e a Lu Vilela do blog Mulher Sem Photoshop criamos para tirar dúvidas uma da outra sobre o universo feminino – beleza, cosméticos, maquiagem e lingerie.

Lançamos nosso primeiro vídeo hoje e estamos super animadas com essa ideia, afinal, é tudo o que tem a ver com o nosso dia a dia de mulherzinha, né?

A dica de hoje é sobre como usar blusa de alcinha, que sutiã combinar com esse modelo, se pode deixar as alças aparecendo, enfim, dicas que todo mundo precisa pra acertar nas produções.

Então dá uma olhadinha!

Ah! Vai lá no blog da Lu, o Mulher sem Photoshop e veja a minha pergunta para ela! Acho que pode ser uma dúvida sua também! Para encontrar o vídeo, basta buscar pela tag MULHER SEM LINGERIE na barra de buscas. Divirta-se!



Como comprar sutiã corretamente

Comprar sutiã: Aprenda a escolher o melhor modelo pra você.

comprar sutiã

Comprar sutiã, calcinha, roupa íntima pode ser um desafio para algumas mulheres. Digo isso porque muitas mulheres não conhecem muito bem o próprio corpo, então acabam sempre comprando o tamanho errado.

Hoje de manhã eu vesti um sutiã pela primeira vez e fui trabalhar. Fiquei pensando nele, me lembrando dele a manhã inteira. A lingerie ideal do dia a dia é aquela que você veste  esquece. Ela não pode incomodar, não pode te irritar. Se isso acontece, algum problema tem. Ou você comprou o tamanho errado, ou a modelagem não é muito favorável, ou o material incomoda.

1. Tamanho

Tamanho errado é bem comum, especialmente quando estamos acima do peso que gostaríamos ter e não aceitamos isso. Então insistimos em usar sutiãs e calcinhas apertados, que em nada ajudam, ao contrário, podem acabar com a sua produção.

Se o seu peso alterar, para mais ou para menos, invista em algumas peças de lingerie novas, vale a pena. Sutiã apertado ou folgado não combina com nada.

2. Modelagem

A modelagem pode não ser muito interessante. Mesmo as marcas mais caras podem ter modelos que não vestem muito bem. O ideal é experimentar, ficar um tempinho com ele, se movimentar e ver se realmente serviu direitinho, se não incomoda.

Quando eu encontro uma marca e um modelo que gosto, costumo ser muito fiel a eles. Sempre busco comprar novamente. Isso é bem possível em relação aos modelos mais básicos, já que as marcas mantêm as linhas básicas em todas as coleções, com alguns ajustes.

3. Material

O material da lingerie deve ser bem observado. Calcinhas e sutiãs de renda podem ser lindos, mas podem incomodar muito. A renda precisa ser macia, com um toque sedoso, senão incomoda muito.

Os elásticos também têm que ser de qualidade, porque podem causar desconforto. Parece bobagem, mas até reguladores de metais podem influenciar no seu bem estar. Conheço mulheres alérgicas a ele. É só vestir o sutiã e se coçar o resto do dia. Alguém merece isso?

Escolher o sutiã e a calcinha perfeitos para um dia de conforto é fundamental para você focar no que realmente importa no seu dia a dia.

Que tal eliminar tudo o que não te faz sentir bem da gaveta de lingerie?



Mulher Sem Lingerie: Uma parceria inédita!

Mulher Sem Lingerie: Você não vai acreditar do que se trata!

Pensando que eu perdi o juízo com essa de Mulher Sem Lingerie? Mulher Sem Photoshop + Tudo de Lingerie! É exatamente esse o resultado dessa super soma. Eu e a Lu Vilela, do blog Mulher Sem Photoshop, um blog riquíssimo, especialmente de cosméticos, fizemos uma parceria legal.

Eu vou postar com frequência alguns posts e vídeos sobre o assunto do blog da Lu, e ela vai fazer o mesmo em relação a assuntos ligados à lingerie, como uma troca de assuntos mesmo! Isso porque eu tenho adorado alguns assuntos desse universo de cosméticos e maquiagem e, a Lu, do de lingerie.

Nada mais óbvio do que o #MulherSemLingerie, não é?

Então hoje eu vou falar de um produtinho que, inclusive, foi a Lu quem me deu de presente: o protetor solar Normalize da Ada Tina.

mulher sem lingerie

Eu sempre tive dificuldades com protetor solar por dois motivos: primeiro porque tenho profunda aversão a produtos que ficam “melando” na pela. É quase um TOC mesmo. Segundo, porque não posso usar qualquer cosmético no rosto em razão do cheiro. Quem tem enxaqueca vai entender. Vários cheiros detonam crises de dor de cabeça inexplicáveis. Às vezes eu até gosto do cheiro, mas se ficar na minha pele, logo a enxaqueca dá as caras.

Então a dificuldade pra encontrar é enorme! Um dia eu estava na casa da Lu, em Niterói, me preparando para ir à praia, quando percebi que precisaria de protetor “extra”. Confesso que quando ela me deu o Normalize eu pensei “ai ai ai, e se o cheiro for forte?”
protetor solar

Para a minha surpresa, eu adorei de cara o protetor, porque o cheiro é muito suave e desaparece logo. Tão bom quanto isso é que o produto seca na pele em segundos e não parece que você está usando protetor.

Como a minha pele é muito clara, eu preciso abusar de protetores. Então eu encontrei no Ada Tina Normalize, fator 60, a solução para esse problema.

Tenho usado desde o último natal diariamente. Passo base por cima sem que o visual fique pesado, carregado.

Eu simplesmente me apaixonei pela marca! Super indico para quem busca um protetor solar praticamente sem cheiro e sem qualquer oleosidade.

E aguardem que vem mais troca de assunto por aí! Aproveite para dar uma passadinha no Mulher Sem Photoshop e ver sobre o que a Lu postou hoje!



Lingerie cor da pele: Afinal, que cor é essa?

Lingerie cor da pele está super em alta. Mas, afinal, que cor é essa?

lingerie cor da pele

Lingerie cor da pele sempre foi um assunto polêmico. As mulheres adoram a versatilidade dessa cor. Combina com todas as camisas claras que temos, um verdadeiro curinga na hora de se vestir. Eu mesma costumo usar um sutiã cor da pele praticamente todos os dias da semana, a não ser quando uso roupas escuras, daí opto pelo preto.

Mas, afinal, o que é cor da pele?

Lembra quando a gente era pequena na escola, que a professora pedia para colorir alguma coisa com o lápis “cor de pele”? Não tínhamos muita opção, né?

Agora, a Uniafro (Programa de Ações Afirmativas para a População Negra) juntamente com uma marca brasileira, a Koralle, criou uma caixa de giz de cera com 12 cores da pele. Achei tão interessante! São tons mais claros e mais escuros de bege e marrom.

giz-de-cera-cor-da-pele

O objetivo é ensinar sobre a diversidade racial brasileira e dar mais opções para crianças na hora de colorir. Assim elas percebem que “cor de pele” não é só aquele tom rosinha da caixa de lápis de cor. Na verdade, a cor brasileira está tão longe disso…

Pensei na hora das famosas lingeries bege (ou cor da pele). Elas são polêmicas. Homens não são muito fãs da cor. Sempre foi apelidada de lingerie da vovó, brochante.

Mas isso vem mudando, acredito exatamente porque é uma cor prática, que a maioria das mulheres usa quase todos os dias. Por que ela não pode ser uma lingerie sensual, interessante?

Percebo que cada vez mais marcas vêm dando importância e glamour a essa cor, que tem ganhado um espaço especial em cada coleção. Com essa importância, surge exatamente o questionamento sobre o que é a cor de pele.

A Nubian Skin, uma marca de lingerie especializada em tons de pele negra vem ganhando espaço na mídia e no mercado exatamente por desenvolver diferentes tons de lingerie para a pele da mulher negra.

nubian skin

No Brasil ainda não vi uma marca focada nessa diversidade. O espaço está aberto! A mulher brasileira pode ser branquinha, com pele rosada, mas a grande maioria é uma mistura de raças, prevalecendo o negro claro, tons de marrom e até mesmo o preto.

O importante é perceber que já existe uma pré-disposição das empresas para entender a necessidade de melhorar o conceito e a oferta de produtos que valorizem a diversidade racial do Brasil.

 



Cueca: Um Guia completo para você acertar na compra

Cueca: Um guia para você aprender a comprar, dar de presente, cuidar e identificar o melhor modelo.

Cuecas: Um Guia completo para você acertar na compra

A cueca é um underwear masculino antigo que, apesar de ser usada por quase todos os homens, todos os dias da semana, passa meio desapercebida.

Pesquisei a origem da palavra e confesso que achei muito hilária! A palavra vem de “cu”, de origem no latim vulgar culus que significa ânus e também de “eca” do grego eco que significa domicílio. Preciso explicar? hahaha

Bom, além da sua função de ser a “casinha” das partes mais íntimas masculinas, a cueca também pode representar um objeto de desejo para as mulheres. Na verdade a mulher não é um ser muito visual, ela não se atrai tanto pelo que vê, muito mais pelo que ouve ou pelo toque (com muitas exceções, é claro).

Mas um homem bem vestido e com roupa íntima bonita, novinha, de cor interessante, é bem irresistível, não é?

Então, se você gosta de cuecas para você mesmo ou curte presentear, seguem algumas dicas que podem ajudar você na hora de escolher:

1. Descubra o modelo ideal

cueca

Cueca Boxer

Muitas pessoas a chamam de “cueca box“, mas o correto é boxer. É quase uma unanimidade entre os homens. Um modelo mais compridinho de cueca, que cobre parte das coxas e é bem confortável.

É o modelo talvez mais sensual, se é que se pode assim dizer, pois deixa o corpo do homem mais bonito. Tem sido a preferência de cerca de 90% dos homens. As mulheres também amam.

Cueca Slip

Lembra das cuecas do seu pai? Provavelmente estamos falando da cueca slip, aquele modelo antigo da Zorba, bem curtinho, parecido com uma calcinha. Ainda é uma modelagem procurada por alguns homens, especialmente os mais velhos ou por jovens mais conservadores.

Cueca sunga

Menos procurado, mas bem interessante também é o modelo de cueca que se parece com uma sunga. A sua modelagem fica entre a slip e a boxer.

Cueca samba-canção

Esse é um modelo de cueca tradicional, parecido com um short, mais compridinho. Bem comum entre homens mais idosos. Mas é um modelo bastante usado para dormir, independente da idade.

2. Identifique os tecidos

Os tecidos das cuecas podem ser mais simples ou mais tecnológicos. O mais importante na hora de escolher é o objetivo e o conforto. Cueca é algo para se vestir e esquecer. Se o homem fica se lembrando dela é porque ela está incomodando.

Alguns tecidos podem ajudar você na hora de comprar:

  • Algodão – Um pouco difícil de ser encontrado, mas é o mais recomendado para pessoas que possuem algum tipo de alergia.
  • Microfibra – É o mesmo tecido das calcinhas, dos biquínis. É um pouco sintético, mas tem a vantagem de ser confortável e secar muito rápido.
  • Modal – É um tecido super atual, bem mais confortável que o algodão, pois possui um pouquinho de elastano.

3. Escolha boas marcas

As marcas são várias. Temos a tradicional Zorba, que ainda é um forte nome no mercado, mas que perdeu muito espaço para marcas como a Lupo e a Mash. A Calvin Klein também tem sido uma escolha de muitos homens. Algumas marcas que também conquistaram a gaveta de muitos: Tommy, Cavalera, Everlast, Colcci, Puma, Upman e Red Nose.

4. Encontre boas lojas

Podemos encontrar cuecas em muitas lojas online. Pelo que acompanho, observo que as mais interessantes, com uma variedade maior são: Cueca Store, Casa das Cuecas, Cuecas Net, Gaveta das Cuecas,  além das lojas das marcas próprias, como Mash e Lupo.

Lojas de lingerie costumam trabalhar com esse segmento também, pois tudo é underwear. As mulheres acabam comprando cuecas para os homens quando estão comprando lingerie para elas.

Espero ter ajudado você a entender melhor esse universo masculino. Conte pra gente as suas melhores escolhas quando o assunto é cueca!



Look da apresentadora Eliana – sutiã à mostra

Sutiã à mostra foi o look escolhido por Eliana no programa de ontem.

Deixar o sutiã à mostra é uma tendência que se firmou na moda e que não parece ir embora. veio pra ficar e encontro lugar no guarda-roupa de muitas mulheres, independente da idade.

Ontem foi a vez da apresentadora Eliana do SBT aparecer com um look assim. Gente, parece que o tempo simplesmente não passa para algumas pessoas, né? Eu me lembro da Eliana quando eu era pequena e ela já era apresentadora. Tanto tempo depois e ela continua linda, radiante.

eliana

apresentadora eliana

programa da eliana

Ela escolheu uma camisa rendada de manga longa da Alcaçuz e um sutiã modelo push up da Fruit de La Passion. Tudo em azul marinho. Essa é uma cor da qual eu aprendi a gostar. Hoje é uma das minhas preferidas. Acho sofisticada, elegante. A saia de cintura alta completou o look, perfeito.

O sutiã à mostra é uma forte tendência, mas é bom ficar de olho no espelho, pedir a opinião de alguém, só para ficar longe da vulgaridade. As camisas de renda e blusas transparentes são as que mais combinam com a moda lingerie outwear.

Selecionei alguns looks para você se inspirar:

1. Branco no branco

sutia a mostra

O mais comum é a combinação da camisa com o sutiã, tudo na mesma cor, o que é bem interessante. O branco, por exemplo, é perfeito. Combina com cor mais dourada da brasileira. É quase uma unanimidade entre elas. Vai super bem com o jeans.

Pode ser um sutiã tomara que caia, um cropped, um sutiã mais clássico.

camisa de renda

2. Nude

Uma outra escolha de muitos looks é a camisa rendada com um sutiã ou uma blusinha cor da pele, nude. Isso para não mostrar totalmente o sutiã. É uma alternativa para quem quer deixar tudo mais discreto e dar ênfase à roupa.

blusa de renda

3. Preto no branco

O sutiã escuro com a roupa clara e vice-versa também é escolha assertiva. Quem gosta de ousar e sair do lugar comum pode optar pelo contraste, que pode criar uma harmonia interessante.

A blusa de renda transparente com o sutiã à mostra, como escolheu a Eliana pode deixar seu look belíssimo, uma ótima escolha. Se não se sentir à vontade com o sutiã, opte por uma regatinha, uma blusa de alcinha. O efeito é quase o mesmo.

Perfeito para o outono-inverno!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...