Calcinha fio dental: sensual e confortável – Quem pode usar?

Principais características e vantagens da calcinha fio dental sensual e confortável que não pode faltar no seu guarda-roupa!

A calcinha fio dental é a peça do guarda-roupa feminino que gera mais polêmicas e dúvidas.

Afinal, quem pode usar esta calcinha? Quais as suas vantagens? A calcinha fio dental tem hora e lugar para ser usada? Descubra a resposta para isso e muito mais!

Boa leitura!

Calcinha fio dental: A peça mais charmosa e sensual do guarda roupa feminino

Calcinha fio dental

Pesquisa apresentada pelo Instituto de Estudos e Marketing Industrial (IEMI) indica que as brasileiras estão buscando por calcinhas cada vez menores. O mesmo estudo relata que os três fatores mais importantes para escolha da peça são:

– Conforto

– Praticidade

– Sensualidade

Uma coisa é certa: a calcinha fio dental está em alta, sendo cada vez mais procurada e desejada pela mulherada brasileira.

Calcinha fio dental

Mas, por quê?

Simples: porque a mulher que usa este modelo de calcinha se sente mais linda e sensual!

Quais as vantagens de usar calcinha fio dental?

Existem mulheres que se recusam a usar calcinhas fio dental, enquanto outras não abrem mão dessa peça prática e sensual do seu guarda-roupa. Mas, quais as suas principais vantagens? Muitas!

A calcinha fio dental:

– É confortável

– É prática

– Não marca a roupa

– Tem uma estética aprovada pelo público feminino (e masculino!)

– Destaca toda a sua sensualidade natural

Calcinha fio dental

Apesar da fama da calcinha fio dental estar historicamente relacionada a sedução e a sensualidade, essa peça não foi feita para ser vestida apenas nas noites (e dias) especiais.

A calcinha fio dental pode ser fundamental para compor diversos looks do dia a dia.

Muitas mulheres adoram esse modelo de calcinha porque ela une dois aspectos importantíssimos: são práticas e confortáveis por um lado, e lindas e sensuais, pelo outro.

Usar calcinha fio dental é vulgar?

Apesar de estarmos no século XXI, há quem associe a calcinha fio dental à vulgaridade.

O mais importante é desconstruirmos estes preconceitos sobre o corpo feminino e sobre a feminilidade e entendermos uma coisa: A mulher tem direito de usar aquilo que ela quiser!

A calcinha fio dental não é vulgar, assim como as mulheres que as usam (ou gostariam de usar) também não. A calcinha fio dental é uma peça de lingerie que complementa o guarda-roupa feminino, assim como tantas outras.

Nós, mulheres, temos direito sobre nossos corpos. E isso inclui experimentarmos e utilizarmos aquilo que faz com que nos sintamos melhores com nós mesmas.

 É isso que mais importa: nossa auto estima e nosso amor próprio.

Mas, afinal, quem pode usar calcinha fio dental?

Calcinha fio dental

Existe algum tipo de regra sobre o corpo que a mulher deve ter para utilizar uma calcinha fio dental? Não!

Qualquer mulher pode experimentar as calcinhas fio dental? Sim!

Quais os principais requisitos para as mulheres utilizarem este modelo de calcinha?

– Curiosidade ou vontade de experimentar

– Sentir-se bem

– Desejo de continuar utilizando

Toda mulher, desde o pp até o plus size, tem direito de experimentar essa peça especial e instigante do guarda-roupa feminino.

Começando a usar calcinhas fio dental

Calcinha fio dental

Interessada em experimentar esta peça, mas não sabe por onde começar?

Continue a leitura que vamos te apresentar algumas dicas fundamentais para a escolha do modelo ideal!

A principal dica para as iniciantes é essa: Começar com modelos discretos, como as calcinhas fio dental pouco cavadas.

Essa dica é importante para você que quer ir se adaptando a nova peça aos poucos. As calcinhas fio dental pouco cavadas não são tão diferentes dos modelos de calcinha maiores, o que ajudará você na adaptação.

Porém, se você está a fim de iniciar com tudo e quer ousar um pouco mais de cara, o modelo de calcinha fio dental cavado é uma ótima ideia!

A calcinha mais cavada é menor e sua utilização provavelmente causará uma repercussão maior em você mesma e na relação com seu parceiro.

Fique atenta!

Não compre calcinhas fio dental muito pequenas. Respeite o seu tamanho!

Calcinhas muito pequenas podem causar desconforto, dor e podem marcar a sua pele, além de prejudicar sua circulação sanguínea.

Usando ou não usando calcinha fio dental: Você é linda do jeito que você é. Respeite seu corpo e suas preferências.

Calcinha fio dental

Se você gostou desse post, esses outros artigos podem te interessar:

– 10 Perfis de Instagram de lingerie para você seguir.

– Ícone da Moda Plus Size, Fluvia Lacerda, posa de lingerie para estrelar campanha da 2Rios.

Lingerie para Gestantes

Gostou do conteúdo? Quer saber mais sobre o assunto?

Não deixe de fazer seu comentário!

 



Calça jeans em forma de cinta-liga

Já pensou em usar uma calça jeans em forma de cinta-liga?

A Top Shop acaba de lançar essa bizarra novidade. É um modelo de jeans larguinho, também conhecido como “mom”, com uma espécie de “liga” na coxa, bem parecido mesmo com uma cinta-liga.

cinta-liga

Na descrição do site a marca diz que “a calça com um suspensório superinteressante pode ser usada com uma camiseta básica preta de manga comprida e com tênis”.

Na Europa o modelo está custando £ 85 (R$345) e promete ser sucesso. Isso porque recentemente a marca lançou uma calça de plástica que se esgotou rapidinho.

cinta-liga

Parece mesmo que as pessoas adoram uma novidade, por mais diferente que seja. E talvez seja esse o segredo, usar algo realmente diferente, subversivo, até mesmo agressivo em alguns casos.

O chefe de design da Topshop, Mo Riach, disse recentemente em uma entrevista: “Queremos perturbar. Queremos fazer algo que leve as pessoas a falar”.

Bom, se você gostou, então vá em frente. Se não curtiu muito, pode ficar só na tradicional cinta-liga, a peça de lingerie usada por baixo da roupa, que é um clássico da moda!

A cinta-liga é aquela peça normalmente de renda ou de algum outro tecido elástico como o tule ou a microfibra, com quatro ligas (normalmente) com pequenas presilhas que se prendem à meia sete-oitavos.

Preta, vermelha e branca são as cores mais procuradas. A pink também tem o seu lugar, claro. A preta, sem dúvida, é campeã de vendas de qualquer loja. Combina com tudo, pode ser usada por baixo de um vestido, saia e até calça.

A cinta-liga é uma lingerie que mexe muito com o imaginário masculino. Lembra daquela personagem cacheada Betty Boop? Pois é, aquela “inocente” mocinha do cinema, dos desenhos animados, é quem fez com que essa lingerie ganhasse tanta força e inspirasse o mundo inteiro.

Sensacional, não?



Lingerie para gestante

Maya Lingerie chega ao mercado com design diferenciado, elegância e cores para transformar a vida das faturas mamães.

Maya Lingerie

Maya Lingerie Materna é uma nova marca, 100% nacional, que promete colorir o guarda-roupa das futuras mamães. Após vivenciar uma experiência pessoal com a irmã caçula, Natália Pereira, fundadora da Maya, ficou incomodada com a falta de opções, cores e, principalmente, feminilidade das marcas tradicionais para grávidas e lactantes. “Mulheres na fase gestante e pós-parto muitas vezes precisam elevar a autoestima, e uma lingerie bacana pode fazer toda a diferença, mas precisa ser bonita, confortável, colorida”, explica Natália.

A empresa, aberta no último trimestre de 2016, comemora uma trajetória bem sucedida de aceitação pelo público e têm conquistado as futuras mamães. “O nosso site é moderno, ativo, e o boca a boca faz toda a diferença em nosso negócio. Algumas mães ficam tão encantadas que optam pela aquisição da coleção completa”, comenta Natália, que já aposta em parcerias com magazines, lojas e representações, para diversificar os canais de vendas e facilitar o acesso ao produto.

O site Maya Lingerie tem navegação simples e conta com uma tabela de medidas e orientação passo-a-passo para adquirir as peças. “Pensamos no conforto, na praticidade e também nas dimensões e modelagens de cada peça, pois cada mulher tem um biotipo diferente”, explica Natália.

As calcinhas e sutiãs foram pensados com todo carinho pela Maya Lingerie. Natália explica que, com o maior volume da barriga durante a gestação, as calcinhas precisam se adaptar ao corpo. Por isso, detalhes como cós, cavas e tecidos foram delicadamente pensados. “Antes do nascimento do bebê, durante a gestação, já podemos notar diferenças importantes nos seios, como o aumento de volume e sensibilidade. Nesse momento, muitas mulheres sentem necessidade de trocar a lingerie para algo maior e mais confortável, e buscam os sutiãs de amamentação. Esse tipo de lingerie tem a função de promover boa sustentação aos seios e facilitar o acesso do bebê ao seu alimento, por meio de aberturas especiais”, ela comenta.

Maya Lingerie

Maya Lingerie

Para garantir o conforto, a Maya destaca a importância da qualidade do material utilizado na confecção, inimizando as chances de alergias (mais comuns em gestantes). As calcinhas contam com design diferenciado, forro 100% algodão, e são fabricada com tecidos, cores e rendas que garantem, além da elegância, segurança durante a gestação e amamentação.

A modelagem do sutiã também é especial, para que o uso prolongado não prejudique a circulação sanguínea na região, sem comprimir as mamas com elásticos apertados ou aros metálicos, por exemplo. As peças contam com seis opções de ajuste nas costas (sendo o normal do mercado apenas três), alças mais largas, que promovem maior sustentação dos seios sem machucar os ombros, e uma base mais larga com ampla cobertura dos seios. Vale destacar a amplitude de abertura da taça, e fecho que pode ser facilmente manipulado com apenas uma mão.

A Maya Lingerie Materna acredita que um momento tão especial como a chegada de um filho merece todo cuidado e atenção, tanto com o bebe quanto com as mamães. “O nosso objetivo é que as mães sintam-se sempre lindas, confortáveis e modernas, afinal a gestação é um momento pleno para a mulher”, finaliza Natália.

 As peças estão disponíveis em várias cores, modelos e tamanhos. O sutiãs custam a partir de R$ 82,00 e as calcinhas a partir de R$32,90.

 



5 erros comuns com a lingerie no look trabalho

Veja 7 erros de lingerie que normalmente as mulheres cometem ao se vestir para trabalhar.

A não ser que você seja uma modelo, uma atriz ou apresentadora de programa, a maioria das profissões exigem uma certa formalidade quando o assunto são as roupas e a lingerie. Não é qualquer roupa que combina com o ambiente de trabalho, nem todas são adequadas.

A lingerie é um item importante na produção dessa ocasião e muitas mulheres não dão muita importância a isso, o que pode deixá-las em situações constrangedoras ou causar uma má impressão sem que elas nem imaginem.

Selecionei algumas situações em que a lingerie é usada de maneira errada e que pode estragar o seu dia, o seu look, a sua imagem.

1. Sutiã aparecendo sob transparência

lingerie

Algumas pessoas podem discordar, mas eu penso que o local de trabalho não é o ambiente mais adequado para a mulher ficar se mostrando, expondo o seu corpo. Uma transparência leve até vai, mas um sutiã totalmente à mostra pode ser um pouco inconveniente. Afinal, qual é o objetivo?

Se a camisa for muito transparente, o ideal é usar uma camisetinha por baixo. O problema está resolvido!

2. Calcinha marcando

lingerie

Esse é um assunto mais polêmico, porque eu sei que tem gente que não liga pra isso. Eu tenho aversão a looks com calcinha marcando sob a calça, seja ela grande ou pequena. Os modelos fio dental são ainda piores, porque a imagem pode ficar realmente comprometida.

Calcinhas sem costura ou com corte a laser são perfeitas para serem usadas com calças mais justas ou de tecidos mais leves, finos.

3. Alça do sutiã aparecendo

lingerie

Essa ninguém merece. A não ser que seja um strappy bra ou alguma produção muito estilosa, que permita a alça de fora, a alça aparecer nas produções por desleixe é realmente infeliz. Pelo menos eu não curto, acho que não se passa uma imagem muito  legal quando isso acontece.

Blusas com alças mais largas, um sutiã tomara que caia ou strappy bra mais discreto podem ser a solução.

4. Tomara que caia caindo

lingerie

Passar o dia “puxando” o tomara que caia para cima é o ó. Nada de errado em usar esse tipo de sutiã, mas se ele não servir direitinho, além de constrangedor, será altamente desconfortável se incomodar com ele o dia inteiro, não é?

Procure comprar modelos de tomara que caia que vistam bem em você. Vale a pena investir em um bom modelo, de uma boa marca, que vista bem.

5. Calcinha desconfortável

lingerie

Calcinhas apertadas demais ou folgadas demais podem incomodar, especialmente as apertadas. Elas vão causar algum constrangimento, em algum momento do dia, além de muito desconforto.

Penso que a lingerie perfeita para o trabalho é aquela que faz você esquecer que está usando, tanto calcinha quanto sutiã.

 



Elani 28: Minha experiência com esse anticoncepcional

Elani 28 é um dos mais modernos anticoncepcionais do mercado. Veja um pouco da minha experiência com ele.

elani

Elani 28: esse é o assunto. Tudo bem que o blog é de lingerie. Mas acho que tudo o que envolve o nosso universo mais íntimo tem a ver com esse blog. E a diversificação é sempre bem vinda, não é?

Fui diagnosticada com endometriose leve nos últimos meses. Já imaginava. Muitas cólicas menstruais, sintoma clássico da doença. Não me alarmei, nada de desespero. Nenhum comentário que já li sobre o problema me abala ou me entristece. Não tenho filhos e até gostaria de ter. Apenas confio em Deus sempre, ele tem o melhor pra nós.

Então minha ginecologista me indicou o Elani 28. Bom, o meu histórico de anticoncepcionais não é dos melhores. A gente nunca se deu muito bem, não conseguimos nos entender até hoje, embora eu tenha pacientemente tentado. Já tomeis vários. De Diane a Yas. Pílulas, injeções.

Mas diante das argumentações da minha médica, decidi tentar mais uma vez. Normalmente sinto muita dor de cabeça enquanto estou tomando anticoncepcional. A enxaqueca se agrava e a qualidade de vida despenca. Detalhes como pele e cabelo, não vejo muita diferença. Nunca tive problemas com espinhas, então não é uma coisa que me afeta.

Comecei a tomar Elani 28 há 6 meses, de forma ininterrupta. Isso, porque seria necessário interromper os ciclos menstruais, a fim de evitar que a endometriose aumentasse ou piorasse.

No início senti tanto enjoo que quase desisti. Pensei em parar no primeiro mês. Mas, a partir do segundo, os enjoos desapareceram. Não menstruar foi um alívio durante os 5 meses em que tomei. Sem cólicas, sem TPM, um sonho. Por outro lado, um mau humorzinho constante me acompanhava, além de uma leve depressão, especialmente no início.

O que me fez repensar o uso do anticoncepcional foi a dor de cabeça. Ela foi aumentando com o passar do tempo. As crises foram se tornando mais frequentes e com uma intensidade muito maior. Teve uma vez que eu achei estar tendo um problema mais grave, de tão forte que foi a dor. Até que ela se instalou de vez e não quis ir embora. Passei aproximadamente 2 semanas com fortes dores.

Nesses dias, comecei a ler mais sobre os anticoncepcionais e observei os riscos que existem para as pessoas que têm enxaqueca. Eu sei que as chances de um AVC ou trombose cerebral são pequenas. Mas existem.

Então decidi suspender o uso. A velha menstruação voltou, as cólicas, mas estou mais leve, me sentindo melhor. O risco de dificuldades para engravidar existe, mas de que adianta eu cuidar disso, sem nem saber ao certo como será o futuro, e ter uma qualidade de vida horrorosa?

Talvez cinco meses tenha sido um prazo curto, não sei. Mas não suportava mais. E a história é sempre a mesma quando o assunto são as pílulas. Muita dor de cabeça.

Acho que temos que colocar tudo na balança e decidir o que vale mais a pena. Talvez, deixar um pouco de lado a pressão dos médicos e escutar a voz do coração. Ninguém conhece melhor a gente do que nós mesmas.

Então, fica a dica!

E, você? Tem um caso de amor ou ódio com anticoncepcional?



Trend Alert: O slip dress vem com tudo nessa estação

O Slip Dress é uma super tendência para a próxima estação. Saiba por quê.

O slip dress é uma moda relativamente nova. São aquelas camisolas longas ou curtas que se confundem com um vestido. Podem ser de seda, de cetim, sempre com detalhes em renda, são super fresquinhas e sofisticadas.

slip dress

Podem ser usadas no dia a dia, com alguma peça mais casual como o jeans, uma jaquetinha por cima. Mas tê aparecido com frequência em festas e grandes eventos. Celebridades amam o estilo.

Na verdade, a tendência loungewear nunca foi tão forte como está sendo agora. Acho que faz parte de toda a mudança que a nossa sociedade vem experimentando ao longo das últimas décadas. A necessidade de uma moda mais versátil, mais prática, que melhor se adapte à nossas necessidade, acabou dando origem a esse novo modo de se vestir.

Usar em casa e fora de casa a mesma roupa, mudando os acessórios é uma alternativa interessante, tanto quanto usar nas ruas a roupa da academia, sem parecer que acabou de sair dela. Essa é a cara da mulher de hoje.

O slip dress fica entre a camisola e o vestido. Aqueles modelos bem a cara da camisola mesmo podem não combinar. o ideal é tentar escolher um modelo que deixa dúvidas, se é um ou outro. Combinar com tecidos mais pesados é uma ótima ideia para dar uma “quebrada” no ar loungewear.

slip dress

Além do slip dress, o “pijama” de alfaiataria é uma tendência também, seguindo essa moda do loungewear. Com um salto alto, um modelo mais versátil pode ser uma ótima opção para dias mais amenos.

slip dress

Uma outra tendência que lembra a do slip dress é a do sutiã à mostra.

slip dress

Os tops de renda que adoramos usar em casa podem deixar o look bem interessante, com uma pegada esportiva e moderninha ao mesmo tempo. As alças e a própria renda podem aparecer, dependendo da produção.

E você, curte essa tendência?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...