O que a sua lingerie diz sobre você

Quer saber  o que a sua lingerie diz sobre você?

Já li vários textos de pessoas tentando associar a lingerie que a pessoa usa à personalidade dela. Cores, signos, tem de tudo.

A verdade é que tudo o que nós mostramos para as outras pessoas dizem algo a nosso respeito. As roupas, a aparência, o carro, a casa, o ambiente de trabalho, tudo mostra como a gente é, né?

A lingerie é uma coisa interessante, porque “normalmente” ninguém vê. A gente se veste para a gente mesma, especialmente no dia a dia. Então eu acho que ela diz mais sobre a nossa personalidade do que qualquer outra coisa que é mais aparente.

Pensando em tudo o que eu já vi e já escutei nesses quase três anos de blog, sempre relacionado à lingerie, penso que vestir calcinha e sutiã pode revelar um pouquinho de nós mesmas.

Lingerie básica

O que a sua lingerie diz sobre você

Se na sua gaveta de lingeries há uma dúzia de sutiãs bege, branco e preto e calcinhas da mesma cor, tudo em microfibra, provavelmente você é uma pessoa muito prática. Não necessariamente básica. A praticidade muitas vezes é uma necessidade, não uma escolha. Uma rotina pesada, cheia de tarefas ou mesmo um estilo mais formal de se vestir acaba por exigir uma lingerie mais simples e fácil de combinar com tudo no dia a dia.

Mulheres assim não abrem mão de agilizar a hora de vestir e prezam muitas vezes por ter poucas peças de lingerie, mas da melhor marca, não importando o preço que custem.

Lingerie velha

Mulheres bem vestidas, que usam lingerie velha, furada ou relaxada, são um pouco intrigantes. Já vi alguns casos assim e penso em duas possibilidades: Ou a mulher é desleixada, mal vestida mesmo, não se importa com a aparência, especialmente com aquilo que não é visto, ou a mulher é até bem vestida, valoriza roupas e acessórios, pois as pessoas vêem, porém, não dão importância à lingerie. O que perceptível aos olhos tem valor para elas. O que não é, não tem valor, pode ser de qualquer jeito.

Conjunto de lingerie

conjunto de lingerie

Quem sempre combina a calcinha com o sutiã me parece perfeccionista, metódica. Não que isso seja algo ruim, apenas é uma característica da pessoa. Eu não ligo muito para vestir conjuntos. Confesso que durante a semana, no dia a dia, dificilmente combino a calcinha e o sutiã. Mas no final de semana até gosto. É uma harmonia, há uma beleza nisso, que normalmente mulheres perfeccionistas e românticas adoram.

Calcinha fio dental

Calcinha fio dental

A calcinha fio dental é muito funcional. Eu descobri isso quando me apaixonei por ela. Ela não parece sob a roupa. Então eu acredito que mulheres que usam fio dental no dia a dia podem ter essa percepção, prezam um pouco pela aparência externa, já que elas somem debaixo da saia, do vestido ou da calça. Ou simplesmente a mulher quer se sentir mais poderosa, mais sensual, então escolhe esse modelo. Mulheres mais ousadas dão preferência para esse modelo sempre.

Lingerie de Renda

Lingerie de Renda

Mulheres românticas, sensuais, ousadas, delicadas. A renda revela essas características das mulheres. Lingerie e renda têm tudo a ver. Ainda que a gente não use todos os dias, mas em algum momento da semana a gente se sente “melhor” usando uma calcinha de renda, não é?

Calcinha de algodão

Calcinha de algodão

Quem escolhe sempre a calcinha de algodão revela duas coisas na minha opinião. Ela preza pelo conforto e/ou pela saúde. São pessoas que realmente não dão muita importância para o que os outros vão pensar, elas querem se sentir bem, seja pelo conforto que o algodão confere ou pelos cuidados que a região mais íntima do nosso corpo exige.

Lingerie bege ou nude

Lingerie bege

Caso complicado esse. Penso que mulheres que usam bege são práticas. A lingerie bege é uma necessidade no dia a dia. Eu que trabalho usando roupas mais formais no dia a dia, como camisas brancas e claras, não tenho a intenção de mostrar a lingerie. Então o nude é a saída e a escolha quase diária. Acho que demostra elegância, saber se vestir, adequação da roupa à circunstância.

Lingerie vermelha

Lingerie vermelha

Tem mulheres que amam o vermelho e usam uma calcinha vermelha no dia a dia como se fosse qualquer outra cor. Penso que são extrovertidas, mais alegres, mais vivas, gostam de cores. Acho isso bem legal. Quando usamos em um momento especial, para mostrar para alguém que gosta de vermelho também, já estamos mostrando o nosso lado “poderoso, sensual”.

No fundo, acho que toda mulher tem um pouquinho de cada uma dessas características. E cada vez que trocamos o estilo ou a cor da lingerie, queremos dizer alguma coisa com isso.

O que a sua lingerie diz sobre você?



Tatuagens que escondem a violência contra a mulher

Uma tatuadora em Curitiba está fazendo um trabalho lindo: Tatuagens que escondem a violência contra a mulher.

Tatuagens que escondem a violência contra a mulher

Esse assunto ficou muito tempo encoberto, debaixo dos panos, sem que a gente tocasse nele. Afinal, ele abre mexe com muitas feridas, traz à luz um diálogo delicado, que muitas pessoas não querem ter.

Mas em tempos de busca por igualdade dos gêneros, ele é inevitável. Nossa sociedade tem gritado e, as mulheres, clamado por uma sociedade mais igualitária, sem violência contra elas, simplesmente por serem mulheres.

Todos os dias são inúmeras situações de agressão, estupro, assassinato. E milhares de casos semelhantes acontecem todos os dias com as pessoas mais próximas de nós e nem temos ciência. Tanto porque elas escondem, se sentem envergonhadas, sujas, causadoras daquela situação.

Uma tatuadora de Curitiba vem desenvolvendo um trabalho lindo com vítimas dessas agressões.

Ela começou a cobrir as cicatrizes horrorosas que a violência física causa em mulheres. O primeiro caso foi de uma mulher que foi esfaqueada na barriga em uma boate por ter gentilmente se negado a ficar com um rapaz por duas vezes. “Ele a abordou duas vezes pedindo para ficarem juntos e ela recusou educadamente. Foi quando ele a golpeou com um canivete”, lembrou Flávia, a tatuadora.

Fiquei sensibilizada com a emoção dela e quis fazer algo por mulheres que passam por situações semelhantes”. Daí surgiu o projeto Flor da Pele, divulgado pela Secretaria da Mulher da Prefeitura de Curitiba. Outras mulheres vítimas desses crimes têm buscado a tatuagem como forma de esconder as cicatrizes.

Várias enviam emails diários para a tatuadora contando os seus dramas, suas experiências com todo tipo de violência. “Com o projeto, além de beneficiar as vítimas e melhorar a autoestima delas, quero levantar nas pessoas a discussão da impunidade de agressores a mulheres”, afirma Flávia.

Aquelas que já se tatuaram agora vão à praia, usam roupas que antes não usavam, não têm tanta vergonha.

Talvez não exista tatuagem que possa cobrir as cicatrizes na alma, mas cobrir as físicas é uma iniciativa que pode amenizar a dor do coração.

É um desafio para a nossa sociedade, tão machista, acostumada com a violência. Desde uma cantada na rua às marcas no corpo. Tudo é violência, tudo é intolerável.

Talvez o assunto cause dor, inclusive às minhas leitoras. E por isso seja até mesmo evitado. Mas está na hora de começarmos a conversar mais sobre esse assunto.

Vem comigo?

*Fonte da entrevista: MdeMulher



Deficiência Física e Feminilidade

Deficiência Física e Feminilidade

Americana paraplégica posa de lingerie para mostrar que Deficiência Física e Feminilidade podem andar de mãos dadas.

Uma despedida de solteiro mudou por completo a vida de Rachelle Friedman Chapman. A americana foi jogada na piscina por uma amiga e acabou se machucando gravemente. Ficou sem os movimentos do peito para baixo. Você pode estar pensando que a vida dela acabou, não é?

Mas é incrível a habilidade que muitas pessoas têm de se reconstruir, se reinventar depois dessas tragédias pessoais.

Rachelle hoje é casada, mãe, palestrante e escritora. No seu Instagram ela postou “Fiquei paraplégica em um acidente horrível que mudou não somente a minha vida, mas a vida dos que me cercam. Meu corpo mudou e a habilidade de fazer o que eu queria foi embora“.

Não consigo imaginar uma situação dessas. Mas ela não apenas imaginou como viveu e teve que dar a volta por cima.

E ainda tem que usar um cateterismo vesical, que auxilia no controle do esfíncter e da bexiga.

Como se não bastasse a árdua tarefa de sair da cama todos os dias, sempre dependendo da ajuda de pessoas, Rachelle ainda tem que lidar com o preconceito.

Pra driblar esse problema que enfrenta (porque o americano e tão preconceituoso como o brasileiro), a americana fez um ensaio sensual de lingerie. Ela quis mostrar pra ela mesma e para quem precisa ver que a “deficiência” dela não a impede de ser linda, sensual e atraente.

paraplégica posa de lingerie

americana paraplégica posa de lingerie

deficiente física posa de lingerie

feminilidade e autoestima

deficiente físico autoestima

E realmente não impede. Ela é linda, tem um corpo muito bonito, pele, cabelo, olhos muito bonitos. “Queria fazer algo não só por minha autoestima, mas para qualquer um que está na minha situação e pensa não ser bonito por causa deste problema“.

O seu marido, o noivo da época do acidente, admite que ela é invejável e sortuda. Que lindo isso!

Com a hashtag #WhatMakesMeSexy (O que me faz sexy), Rachelle tem ganhado força e o apoio de muita gente. Sua página no Facebook já tem mais de 20 mil curtidas.

#WhatMakesMeSexy

Foi, sem dúvida, uma forma inteligente e interessante de mostrar à sociedade que uma pessoa com qualquer tipo de deficiência física pode ser atraente. Que sirva de inspiração para quem tem alguma deficiência física e problemas na autoestima e de alerta para quem tem um outro tipo de problema, ainda pior, o preconceito

Fonte: Marie Claire



Victoria´s Secret lança emoticons para whatsapp

Victoria´s Secret lança emoticons para whatsapp e já causou polêmica!

victoria´s secret lança teclado emogi

A gigante Victoria´s Secret acabou de lançar uma série de emoticons especialmente inspirados na marca para usuários de Android e iPhone.

São aqueles símbolos emoji que a gente usa o dia inteiro nas nossas conversas infindáveis no whatsapp.

Os modelos lançados são de sutiãs, calcinhas, espartilhos, lacinhos, biquínis, asinhas das angels. Uma fofura só!

victoria´s secret lança emoji

Agora você vai poder se expressar “melhor” por meio de imagens ainda mais interessantes e diferentes (você não se sente entendiada com os poucos modelos existente?).

emoji victoria´s secret

emoticons victoria´s secret

 

O novo teclado inclui 20 emoticons, inclusive um com a sacola da Victoria´s Secret, que é uma graça. E pode ser baixado por download grátis.

Mas… Como tudo no mundo da moda, a ideia já despertou a oposição. As alegações são de que menores de idade podem ser influenciados pelas imagens e utilizar os emoticons de forma imprópria, com insinuações maldosas, já que o contexto apresenta para eles sugestão de temas relacionados à sexualidade. Imagens de calcinhas e sutiãs estão assustando os pais de crianças e adolescentes.

A VS alega que o objetivo é que eles sejam usados em conversas que envolvam a moda e que estimulem as compras, especialmente por adultos.

Achei muito fofa a ideia dos emoticons, mas o meu universo é o da lingerie. Eu mesma já baixei esse teclado e estou apaixonada por ele. Mas calcinha e sutiã é algo tão normal pra mim, que eu posso não estar vendo a maldade do negócio, especialmente no que diz respeito a crianças e adolescentes.

Eu não tenho filhos (ainda), mas se tivesse talvez eu me preocupasse um pouco mais. Deixar à disposição deles emoticons de calcinhas, sutiãs, espartilhos, pode realmente despertá-los para uma sexualidade fora da época. Já pensou um amiguinho da sua filha sugerindo “ideias” por meio dessas imagens?

Até troquei uma ideia com o meu marido sobre isso. Lingerie acaba por estar presente na vida dele também e nas nossas conversas e ele pensa da mesma forma.

Bom, por enquanto eu estou adorando a ideia. Mas vale uma atenção para os pais. Talvez não seja um recurso muito apropriado para crianças e adolescentes.

E você, o que acha?

Fonte: Lingerie Talk



Para quem você se veste?

Para quem você se veste?

Quando o assunto é lingerie, pra quem você se veste?

Algumas pesquisas revelam que a maioria das mulheres se vestem para as outras mulheres. Bem bizarro isso, mas pode ser verdade.

Muitas outras afirmam categoricamente, que se vestem para si mesmas. Duvido um pouco. Se tivesse só você no mundo (e absolutamente mais ninguém), como você se vestiria?

E há aquelas que acreditam que se vestem para os homens.

Mas em se tratando de lingerie, para quem as mulheres se vestem, afinal?

Já ouvi mulheres dizendo que não investem em lingerie porque ninguém está vendo (…). Ok, eu respeito.

Mas há uma coisa que atrai a minha atenção nas mulheres que usam lingerie bonita mesmo quando ninguém vai ver. Ninguém mesmo, nem o companheiro, nem a depiladora, nem na academia, nem a melhor amiga.

Essas mulheres são intrigantes, interessantes. O que faz uma mulher acordar cedo e usar uma lingerie bonita, nova, para ir ao trabalho?

Para essas mulheres, não tem essa de calcinha rasgada nem sutiã relaxado. As lingeries estão sempre novas. Não necessariamente caras, mas sempre elegantes, bonitas e bem cuidadas.

Penso que as mulheres assim estão acima da linha da superficialidade. São mais exigentes, mas têm uma autoestima diferenciada.

Essas sim são as mulheres que se vestem para elas mesmas! Mesmo que passem o dia inteiro sem que alguém veja o que estão usando. E não estão movidas pelo “medo” de precisarem se despir (seja em um hospital ou qualquer situação de urgência).

Elas são sensuais por natureza, mesmo usando uma burca. Não se trata da roupa, do decote, da calça colada. É o olhar, o sorriso, a certeza de quem são.

Essas são as mulheres mais admiráveis, que me inspiram. E são poucas. Algumas pérolas que têm por aí, em lugares escondidos. Talvez no seu trabalho, talvez alguma amiga.

Usar uma calcinha, um sutiã, um body rendado, tudo lindo e novo no dia a dia é um carinho que fazemos a nós mesmas. É como um presente que nos damos, que nos faz lembrar que somos lindas e sofisticadas em qualquer circunstância.

Acho que os homens caem por essas mulheres. Não porque irão ver as lingeries que essas mulheres usam, mas porque mulheres assim normalmente demonstram seu poder e autoestima em todas as situações. Seu olhar é diferente, suas atitudes revelam autoconfiança, independência, postura firme e decidida. São meigas, mas sempre fortes. Delicadas, mas poderosas.

São as mulheres que os homens mais admiram, eu acredito. Que se destacam na equipe de trabalho, no grupo de amigos. São lindas, maduras, inteligentes, descomplicadas, confiantes. Independente da cor, da idade, da classe social.

Isso tudo me faz pensar que isso não é pra todo mundo. É para algumas apenas, que não se esforçam para serem assim. Simplesmente o são.

Você é uma delas?



Lingerie tem cara?

Lingerie tem cara?

Meninas, me digam…  Lingerie tem cara?

Sabe aquela amiga, que todas nós temos, que compra lingeries só pensando no que o companheiro vai gostar? E aquela amiga que é chiquérrima, mas que você viu outro dia com um sutiã encardido?  E a outra, que é super séria mas que só usa fio dental? Gente, e a amiga que você jurava que era sexy e tomou banho na sua casa e, sem querer, você viu aquela calçola enorme?

Às vezes me pego pensando nas lingeries e nas pessoas… Será que a lingerie combina com a cara da mulher ou nós camuflamos nossa preferência íntima?

Me lembro de uma amiga querida que se mostrava altamente sexy, mas que deixou à mostra, sem querer, uma calcinha toda velha e descosturada!

Acho incrível quando me surpreendo com alguém… com as lingeries é a mesma coisa! Vocês já pensaram nisso? Que tipo de lingerie vocês acham que as pessoas imaginam que você usa?

Imagina que incrível, se uma senhora de idade, ao arrumar um namorado, aparecesse com uma lingerie de renda bem chique? Um body, um corpete… uau! Seria paixão na certa!

As vezes, no trabalho, observo que, quando uma mulher de calça comprida se abaixa para pegar algo, muitas vezes deixa aparecer a calcinha na cintura, atrás. Olha como isso é perigoso. rsrsrs

Devemos estar sempre com a lingerie apresentável, hein? Mesmo que seja de algodão, mais simples…nunca se sabe.

E ai, estão pensando no tipo de lingerie que suas amigas imaginam que você usa? Espero que surpreendam!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...