Art Renda – Conheça um pouco sobre essa marca

Conheça um pouco mais sobre a marca Art Renda.

Recebi alguns produtos dessa marca há alguns dias. Eu normalmente recebo muitas lingeries de várias marcas, o que é bem interessante, pois tenho a oportunidade de conhecer todo tipo de marca de lingerie do Brasil e do exterior.

Mas nem sempre as marcas chamam a atenção, confesso. Temos um longo caminho a ser percorrido ainda quando o assunto é qualidade, design, beleza.

Mas algumas marcas são diferenciadas. E isso foi o que eu percebi na Art Renda.

Recebi um body preto de renda e detalhes em cetim, que não me sai da cabeça. É, sem dúvida, um dos bodys mais lindos que eu já experimentei. A qualidade, o acabamento e o caimento são simplesmente perfeitos.

art renda

Cada detalhe dele parece ter sido feito à mão. É uma peça com cara de outwear, que pode ser usado com uma jaquetinha por cima, com jeans, shorts, uma saia, enfim, são muitas possibilidades. Inclusive, para atrair o olhar de alguém especial.

art renda

Esse modelo, especificamente é todo forrado, as costas são levemente fio dental, em tecido duplo, com abertura em colchetes na parte inferior. Body sem abertura é o “ó”, convenhamos. Preguiça total de vestir. Nesse caso, os colchetes são discretos, delicados e não machucam.

art renda

Poderia ficar aqui falando desse body até amanhã. Foi paixão à primeira vista mesmo!

A marca possui uma linha enorme, muita variedade, incluindo uma linha de camisolas para maternidade, que são belíssimas, além de lingeries para noivas, com peças lindas e delicadas.

art renda

Uma peça que eu adorei foi esse babydoll branco, super delicado. O tecido é fininho, a renda bem macia, e os detalhes são lindos. Sabe aquela roupa que você coloca e não quer mais tirar, de tão confortável?

art renda

art renda

A Art Renda possui um site próprio, com calcinhas, sutiãs, linha noite, plus size e uma linha lougewear, além das que eu já citei. São peças realmente diferenciadas.

E se você mora em Goiás, pode visitar uma das várias lojas físicas.

Art Renda, uma marca que eu adorei conhecer e recomendo.

Obs: Esse post é uma parceria com a marca, embora todas as opiniões sejam absolutamente verdadeiras.



Lingerie de Inverno – Conexão

Coleção Inverno 2017 de moda íntima traz conexões como tema.

Mulheres conectadas? Impossível defini-las num só perfil, de tantas que são. De dia, dinâmicas e trabalhadoras, corajosas e discretas. De noite, românticas e sedutoras, ou frágeis e delicadas, porque não? Antes de se conectar com o mundo exterior, é preciso estar plenamente conectada consigo mesma. Inspirada nas mulheres conectadas a marca Elegance lança sua coleção inverno de 2017. “Acreditamos que nada melhor do que uma lingerie para aproximar e traduzir estes dois mundos, e nada melhor do que uma variedade de modelos e estilos para expressar a personalidade feminina em cada momento”, destaca a diretora-presidente da marca Eliane Magnan.

Em três linhas que atendem as mulheres em seus mais diversos momentos, a Coleção Conexões apresenta sofisticação e tecnologia em sua matéria prima. Veludo molhado, tule, renda importada macia e confortável com acabamento antialérgico; microfibra com alta resistência; bojo soft com espuma mais macia e muito flexível, que não amassa nem deforma são alguns dos atributos dessa coleção.  Além disso, ainda traz sutiãs com barbatanas laterais para maior sustentação e reforço; costas duplas para conforto absoluto e modelagem ampliada (sutiãs que vestem até o tamanho 50).

Coleção Inverno 2017

Alicia- A Lady: uma coleção que alia a beleza ao conforto. Especialmente para mulheres que amam os detalhes e priorizam o bem-estar. Nas cores preto e branco, a linha traz sutiã sob medida, em tecido microfibra, renda macia e alças acetinadas que que oferecem suavidade e conforto. Com modelagem que veste até o manequim 50.

lingerie de inverno

 

Stella – A Luxúria: a sensualidade é a qualidade predominante na coleção, para aquela mulher que desperta os olhares e que valoriza a sofisticação. Em veludo molhado, com transparência em tule, alças forradas, essa linha apresenta uma modelagem elegante e arrojada nas cores preto e burgundy (bordô).

lingerie de inverno

Satine – A Sedutora: mulheres românticas, mas ousadas, que gostam do equilíbrio entre o doce e o apimentado, e abusam do brilho. Nas cores preto e vinho, as peças trazem transparência sexy, alças com brilho, traços geométricos, renda leve e macia, alças com recortes ousados na modelagem.



Se Maio é o mês das Noivas, abril é o mês do chá de lingerie

Abril tem sido o mês do Chá de Lingerie. Confira!

Ultimamente, muitas noivinhas estão optando por reunir as amigas e realizar o chá de lingerie. Assim como nos chás mais tradicionais, os de lingerie são super animados e as convidadas levam o presente “disfarçado” para que a noiva adivinhe a cor ou o modelo no meio de brincadeiras organizadas por amigas e madrinhas.

Porém, muitas pessoas ficam em dúvida quando recebem o convite desse tipo de evento.  Muitas consideram peças muito íntimas e, algumas, não têm ideia do que presentear.

Algumas dicas são importantes para serem seguidas pelas convidadas. Por exemplo, se a noiva não especificar no convite o tamanho sempre se certifique com ela antes de comprar o presente. Caso não tenha muita intimidade com a noiva opte por cores mais clássicas como: branco, preto, vermelho, azul marinho ou cor de rosa.

Além disso, investir em modelos com rendas e jóias é o mais aconselhado, afinal, a noiva está a procura de peças para surpreender o marido e não para o dia a dia.

A Arsiè Lingerie lança em sua coleção 2017 peças que trazem requinte e sofisticação sem abrir mão do conforto.

Os modelos brancos são os favoritos da maioria das noivinhas para a noite de núpcias. Investir nas aplicações com detalhes em prata ou dourado faze toda a diferença.

Outra cor super procurada é a cor de rosa, pois remete ao amor e à doçura. Porém, o destaque nesse tom fica para as rendas que garantem que a peça fique meiga, mas com um lado sexy.

Já para as noivinhas que gostam de ousar um pouco mais, a lingerie vermelha é o tiro certo. Além disso, esse tom combinado com rendas, bordados ou pingentes fica ainda mais sensual.



Cirurgia refrativa a laser PRK – Parte 2

Um pouquinho mais de como foi a minha Cirirgia PRK.

Bom, passado o nervosismo do último post, aqui estou eu novamente para falar um pouquinho ded como foi a minha experiência com a cirurgia corretiva da miopia, afinal, nem tudo na vida é lingerie, não é mesmo?

Quem leu meu primeiro post, viu que eu saí meio nervosa do consultório e me dirigi à clínica em Belo Horizonte (vou evitar citar nomes, tá?) para realizar a cirurgia.

Ao chegar, passei primeiramente pelo Financeiro, é óbvio, afinal, menos de 5 graus a Unimed não cobre (não existe essa obrigatoriedade de acordo com a ANS, na verdade). Então lá eu deixei R$2.750, a vistinha.

Após a parte importantíssima, eu lavei o rosto, me deram um Lexotan para tomar, o que fiz meio contrariada, mas é um procedimento normal.

A minha surpresa foi que, ao conversar com o médico, ele disse que meus exames eram ótimos e que minha córnea permitia fazer a cirurgia PRK ou Lasik, a outra técnica, cuja recuperação é bem rápida. E deixou para eu decidir.

Confesso que foi o momento mais difícil, pois eu já tinha ouvido de outro médico que a PRK é mais segura, que não há “corte” algum, embora e a cicatrização seja muito chata e dolorida.

Apesar do efeito do Lexotan já ter dado as caras, me lembro de ter perguntado a ele fixando em seus olhos: “Se eu fosse a sua filha, qual das duas técnicas o Sr usaria”?

Ele sorriu e me disse: “Eu diria o mesmo a ela”. Ou seja, não ajudou em nada, mas uma pequena e discreta frase dele me fez tomar a decisão. Entre uma coisa e outra que era falada ele disse que “mercadologicamente” era muito mais interessante para ele que eu fizesse a lasik, afinal, eu sairia dali 100%, enxergando muito bem, feliz da vida. Mas que, no futuro, caso eu tivesse algum problema de batida nos olhos, o fato já ter feito essa cirurgia agravaria o caso, como ele me citou alguns exemplos.

Isso foi decisivo. Decidi encarar a PRK.

Não foi tão tranquilo quanto vi todo mundo falando, acho que tenho mais aversão a pessoas encostando nos meus olhos do que eu imaginava. Então eu recebi a anestesia, senti a leve pressão da raspagem e as luzes incomodaram bastante. Mas tudo rápido. 4 minutos em cada olho.

Saí de lá com uma lente de contato curativa e, ao passar o efeito da anestesia, eu vi o que era dor e ardência.

E assim foi até que eu conseguisse dormir. Nos dois dias seguintes eu me lembro de pouca coisa, apenas remédios e colírios. Somente no 3º dia recebi a visita de amigos muito queridos e lembro vagamente da presença deles, sob efeito de remédio. No 4º di a tentei usar um pouco o computador e hoje é o 5º dia.

A lente será retirada no 7º dia e eu volto para contar um pouco mais sobre essa experiência.

Já enxergo praticamente perfeitamente.

Um presente. Um dos maiores de toda a vida…



Cirurgia refrativa a laser – Parte 1

Depois de 23 anos decidi realizar a cirurgia refrativa a laser. Acompanhe a minha saga aqui no blog!

udo começou aos 11 anos. Pré-adolescência, timidez, cheia de dúvidas, medos, normal para uma menina entrando na fase mais difícil da vida. E um diagnóstico de miopia. Até gostei da ideia de usar óculos, achava charmoso. Só que não : (

Os óculos naquela época (bom, já são 26 anos) eram bem feinhos, sem graça. E começou a incomodar. O que eu fazia? Não usava. O grau, que era baixinho, começou a aumentar. E, aos 15 anos, depois de muito odiar os óculos, conseguir convencer meus pais de usar a lente de contato. Uma liberdade, sem dúvida, especialmente porque o grau chegou a 4,75 em cada olho.

Sempre ouvi pessoas falando da cirurgia corretiva da miopia, mas sempre tive muito medo, afinal, tudo o que diz respeito à nossa visão causa pavor. Perder a visão é um dos nossos maiores medos.

Após 23 anos usando lentes de contato, desconforto no ar condicionado, dificuldade na piscina e no mar, gastos trimestrais com lentes e produtos de limpeza, comecei a observar uma certa intolerância às lentes há alguns meses. Olhos vermelhos ao extremo, incômodo.

Voltei a usar óculos mais horas ao dia. E isso foi suficiente para me fazer repensar a possibilidade da cirurgia. Comecei uma saga de pesquisas e leitura sobre o assunto.

E aqui estou eu hoje, dia 16 de março, em uma clínica (super conceituada no Brasil), a duas horas de realizar a minha cirurgia. Pensei em dividir essa experiência com você que busca a opinião de pessoas que fizeram a cirurgia.

Prometo que volto aqui nos próximos dias para falar da minha experiência e dar detalhes sobre o assunto.



Fluvia Lacerda posa de lingerie para estrelar campanha da 2Rios

Ícone da moda plus size, Fluvia Lacerda, posa de lingerie para estrelar campanha da 2Rios.

Fluvia Lacerda é a estrela da campanha do inverno 2017 da empresa 2Rios Lingerie. Conhecida no mundo da moda como a Gisele Bündchen plus size, a modelo mostrou suas curvas em locações de Nova York. A campanha foi feita logo após Flúvia, mais uma vez, quebrar os paradigmas do mundo fashion e estampar a capa da revista masculina mais famosa do mundo, a Playboy. O ensaio de Fluvia Lacerda foi um marco para a revista que nunca havia colocado uma mulher plus size na capa. E a edição, finalizada em janeiro, está à venda no site da revista e a repercussão está sendo muito positiva.

A locação da marca de lingerie na capital do mundo deixou-a confortável, pois a brasileira reside em Manhattan desde a adolescência . E foi lá, que dentro de um ônibus, sua beleza chamou a atenção de uma olheira de uma agência especializada que a levou ao mundo da moda, tornando-a hoje, uma das mais famosas do mundo. A modelo, de 36 anos, mostrou sua beleza na capa de revistas como Beautiful, Moda Moldes, Plus Model Magazine, e já participou de editoriais de moda para Vogue Itália, Glamour, Manequim, Joyce Pascowitch, Latina Magazine, Redbook, entre outras.

Fluvia Lacerda

Coleção Inverno 2017 – As peças da 2Rios Lingerie conhecidas pela beleza e versatilidade, revelam no modelo plus size ainda mais conforto, oferecendo segurança para as mulheres. Alças mais largas, laterais duplas e mais sustentação no bojo garantem o desempenho perfeito das diversas funções femininas desenvolvidas durante todo o dia.

Fluvia Lacerda

A coleção Plus Size 2Rios é muito completa, diferentes tipos de sutiãs e calcinhas, que atendem todos os biotipos de mulher plus size. Os materiais são reforçados e não marcam, sempre priorizando o conforto e real beleza feminina. O destaque dessa coleção é um top com bojo que, além de superconfortável para o dia a dia, pode ser usado para academia e até mesmo estar à mostra em uma roupa para sair, com recortes nas costas.

Fluvia Lacerda

As tonalidades mais neutras das peças também chamam a atenção e apresentam novidades como as cores Rosa Laço, o Azul Névoa e o Castanho, um nude mais escuro. Sem esquecer dos sempre atuais petit poá e do animal print.

Fluvia Lacerda
Fluvia Lacerda

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...